Conteúdo

NBA Draft 2022 - Análise de Prospecto: Chet Holmgren

21 de junho de 2022

(Por Daniel Morales)

Atleta: Chet Holmgren 

País: Estados Unidos 

Data de nascimento: 01/05/2022 (22 anos)

Altura: 2,13m 

Peso: 88 Kg

Envergadura: 2,28 m

Posição: Pivô/ ala-pivô

Time: Gonzaga Bulldogs

Chet Thomas Holmgren é o principal prospecto da classe de 2022 do draft da NBA. Favorito a ser a primeira escolha geral (pick do Orlando Magic), Chet tem todas as características necessárias que um jogador precisa para jogar na liga. Um pivô moderno, que além de chutar muito bem de três pontos, tem excelente visão de jogo e ótimos passes. Porém, antes de saber das qualidades de Holmgren em quadra, vamos primeiro conhecer um pouco desse gigante de 2,13m. 

Chet Holmgren é natural de Minneapolis, no estado de Minnesota. O pivô cresceu jogando basquete em sua terra natal por orientação de seu pai, que foi um jogador de basquete universitário. Amigo e colega de time de Jalen Suggs (jogador do Orlando Magic) desde os tempos de Minnehaha Academy, escola particular em Minneapolis, foi ainda muito jovem que Holmgren desenvolveu seus chutes de três, além de ter crescido 20 centímetros no período do ensino fundamental.

Foi no ensino médio que Holmgren explodiu como um grande talento que poderia estar na NBA nos anos seguintes. Em abril de 2021, Chet Holmgren anunciou seu compromisso com um dos principais programas do basquete universitário, o de Gonzaga, para jogar pelos Bulldogs.
 

A passagem de Holmgren em Gonzaga só durou uma temporada. Em seu único ano no basquete universitário, o pivô teve médias de  14,1 pontos, 9,9 rebotes e 3,7 bloqueios por jogo. Pela seleção de base dos Estados Unidos, Chet Holmgren jogou o Mundial sub-19 na Letônia. Holmgren teve médias de  11,9 pontos, 6,1 rebotes, 3,3 assistências e 2,7 bloqueios. A seleção estadunidense foi medalha de ouro e Chet foi nomeado MVP. Em abril de 2022, Chet Holmgren anunciou que estaria na classe de 2022 do draft da NBA. 

Conhecido brevemente um pouco da carreira e da história do principal nome desse draft, vamos ao que Chet Holmgren pode entregar dentro de quadra para o time que irá recruta-lo. 
 

Para começo de conversa, Chet é um defensor de elite. Além de defender muito bem o garrafão, sua altura e envergadura ajudam bastante para isso, Holmgren tem uma boa noção de espaço na quadra e por isso consegue defender outras posições, como a 1, sendo um bom marcador de perímetro. Na três ele consegue fazer bom acompanhamento do ala adversário ao tentar fazer infiltrações.

No ataque Chet é ótimo finalizador. Consegue concluir muito bem as cestas dentro do garrafão, sendo aquele homem do último toque na bola. Ótimo em ponte-aérea, sua altura faz com que seja muito agressivo  nesse tipo de jogada, onde normalmente irá finalizá-la com uma enterrada. Como foi dito no início, Chet desenvolveu cedo seus chutes em bolas triplas, e por isso se tornou um arremessador muito confiável, podendo chutar também do lado da quadra.

Tem tudo para se tornar um dos melhores pivôs em bolas de três pontos, junto com nomes como Karl-Anthony Towns. Mas, o que mais chama a atenção no jogo de Chet Holmgren é sua inteligência em quadra.  O pivô possui um alto QI de basquete e por isso tem uma excelente visão de quadra, conseguindo fazer ótimos passes e encontrando os companheiros de time em boas posições para finalizar. Um playmaker!

Outra ótima qualidade do jogo de Chet é o improviso. Jogador que consegue encontrar a jogada certa em um pequeno espaço de tempo, para não sofrer um desarme ou cometer um turnover. Apesar de ser um pivô, Chet consegue carregar a bola e levar seu time ao ataque. O controle de bola do pivô é algo bastante interessante em seu jogo. 

Chet Holmgren é praticamente completo. Porém, o que pode pesar contra seu jogo na NBA é o fisico. Por ser muito magro, apenas 88Kg, Chet pode sofrer bastante ao marcar jogadores mais fortes fisicamente.
 

Jogadores mais rapidos também trazer problemas para Chet na defesa, por ele ser um pouco lento. Com isso, finalizações de meia distância, o famoso mid-range, também é um dos pontos fracos em seu jogo, onde pode ser facilmente marcado nessas situações.

Pensando em montagem de um quinteto inicial, Chet precisa jogar em times com dois pivôs, com ele na posição quatro. Com isso, ele não ficaria tão preso na defesa e conseguiria explorar mais suas outras qualidades no jogo. Se jogar em equipes com apenas um central, sendo ele o pivô desse time, Chet se limitaria a defesa e ao jogo de garrafão. 

Se não sofrer com lesões e corresponder aquilo que se espera de sua carreira na liga, Chet Holmgren é um talento que trará grande impacto à franquia que irá escolhe-lo na proxima quinta-feira (23), dia do draft. Atleta que possui características que podem torná-lo um dos principais talentos jovens da liga. Ele tem todas as caracteristicas que um jogador precisa ter em seu jogo na NBA atualmente, porém, Chet precisará pegar massa muscular para não se tornar alvo facil para jogadores de grande porte fisico.