Conteúdo

NBA Draft 2022- Análise de Prospecto: AJ Griffin

23 de junho de 2022

(por Daniel Morales)

Atleta: AJ Griffin;
País: Estados Unidos;
Data de nascimento: 25 de Agosto de 2003 (18 anos);
Altura: 1,98 m;
Peso: 101 kg;
Envergadura:  2,13m;
Posição: Ala;
Time: Duke Blue Devils;

Adrian Darnell "AJ" Griffin Jr. é um dos prospectos mais jovens da classe de 2022 do draft da NBA. O ala, que jogou no basquete universitário pela universidade de Duke, atuando ao lado de um dos principais jogadores da classe de 2022, Paolo Banchero, e treinado pelo ‘Coach K’, Mike Krzyzewski, mistura uma boa técnica com um jogo físico muito interessante. Um dos melhores ‘gatilhos’ da última temporada do basquete universitário, Griffin é cotado para ser top 10 do draft de 2022 da NBA.

AJ Griffin é de Dallas, no estado do Texas, onde nasceu no dia 25 de agosto de 2003. Mas foi em Nova York que Griffin começou sua carreira de atleta no colegial, jogando para o Arcebispo Stepinac High School. Já no ensino médio, Griffin já chamou a atenção e conseguiu grandes conquistas como levar sua equipe ao título do Catholic High School Athletic e ser nomeado para o MCDonald 's All-American Game e do Jordan Brand Classic. O ala é filho de Adrian Griffin, ex-jogador da NBA e que hoje é assistente técnico do Toronto Raptors.

Em novembro de 2019, AJ Griffin se comprometeu com um dos maiores e mais tradicionais programas do basquete universitário para jogar pela universidade de Duke, defendendo o ‘Blue Devils’ do treinador Mike Krzyzewski. Griffin ficou apenas uma temporada no basquete universitário. Em Duke, o ala teve médias de  10.4 pts, 3.9 reb, 1.0 ast, 49. 3% nos arremessos de quadra e 44.7% nas bolas de triplas. Após encerrar sua temporada de rookie na universidade, AJ Griffin se declarou para o Draft de 2022 da NBA.

Agora vamos ao que realmente interessa, o que AJ Griffin pode trazer em seu jogo para NBA? Como foi dito anteriormente, AJ Griffin foi um dos melhores shooters da última temporada do basquete universitário. Griffin é um ótimo arremessador, e melhor ainda, não precisa ter a bola na mão para poder arremessar de três. Ou seja, Griffin é muito bom construindo seu próprio arremesso e isso acaba se tornando um jogador complicado de ser marcado, principalmente por se destacar muito no stepback e ser muito eficiente no catch-and-shoot.

Jogador que sabe jogar sem a bola, espaçando a quadra para seus companheiros, boa leitura de posicionamento, corta luz e sempre dando boas opções de passe. Jogador bom de grupo, que costuma ouvir bastante o treinador e está sempre trabalhando duro para evoluir e melhorar seu jogo. Griffin também possui um controle de bola seguro e decente, além de ser um ótimo reboteiro nos dois lados da quadra. Ótimo finalizador. AJ Griffin não é apenas um bom chutador de bolas de três, mas consegue também fazer infiltrações e arremessos de média a curta distância.

Porém, AJ Griffin tem pontos que precisa melhorar. O ala é um pouco lento na marcação e isso pode atrapalhar o marcar jogadores mais rápidos e mais baixos. Tem um recente histórico de lesões que prejudica o jogador. Na sua temporada de rookie, em Duke, Griffin desfalcou os Blue Devils em 14 jogos por lesões no joelho e no tornozelo.

Baixo QI defensivo,  AJ Griffin se atrapalha um pouco ao fazer as trocas de marcação, além de tomar decisões erradas em quadra. Griffin também irá precisar melhorar no quesito agressividade. Jogador que mesmo com 18 anos já possui um porte físico e precisa usar mais isso para agredir mais o garrafão e atacar o aro.

Em suma, AJ Griffin é um prospecto de elite e deve sair logo nas dez primeiras escolhas do draft. Jogador com atributos ofensivos bastante completos, principalmente nas finalizações nas bolas triplas, mas que precisa melhorar seu jogo de defesa para ter destaque na NBA. Mas o grande lado positivo é que Griffin é bem novo, e pode evoluir muito em quadra se cair em um time com um bom técnico. O jogador vai precisar trabalhar para melhorar seu pontos fracos, para assim se desenvolver e trazer bons frutos a franquia que irá escolhê-lo.