Conteúdo

NBA Draft 2021 - Conheça mais sobre Evan Mobley

21 de julho de 2021

(por Arthur Wippel)
 

Atleta: Evan Mobley

País: Estados Unidos

Data de nascimento: 18/06/2001

Altura: 2,13m
Peso: 98kg

Envergadura: 2,25m
Posição: pivô / ala-pivô

 

Um dos prospectos mais intrigantes da classe, Evan Mobley já se destaca nacionalmente desde o high school, onde frequentou a Rancho Christian School, em Temecula, Califórnia. Porém, antes disso, chegou a atuar como armador enquanto aluno de oitavo grade, já medindo 1,94m e mostrando predisposição para atuar como jogador de basquete.

A pouca experiência como armador foi o suficiente para dar início ao desenvolvimento de atributos pouco comuns para pivôs, como bom controle de bola e apurada visão de jogo, ambas características que o jovem pivô trará a NBA e poderá se destacar logo como calouro.

Após uma estrelada passagem pelo high school, recheada de premiações individuais, Mobley se tornou um atleta 5 estrelas pela ESPN, passando a integrar o programa de USC. Nessa universidade, Mobley realizou uma impressionante temporada como freshman, o consolidando como um dos três principais prospectos do draft de 2021.

Evan Mobley é o principal jogador de garrafão da classe e é discutivelmente o melhor prospecto defensivo desde Anthony Davis, que foi selecionado na primeira escolha geral de 2012.

Na defesa, Mobley se destaca pela sua versatilidade e excelente timing bloqueando arremessos. É capaz de permanecer a frente de jogadores do perímetro sem sofrer com a agilidade e velocidade de atletas mais baixos, uma vez que Mobley se move como um ala, mostrando uma ótima movimentação e elevado QI de jogo. O ponto negativo em seu jogo defensivo fica para a defesa de post-up, sendo uma área em que Mobley pode se desenvolver ao longo dos anos por meio do ganho de massa.

O jogo de post também é o principal ponto que Evan Mobley deve evoluir no lado ofensivo da quadra. Mesmo enfrentando jogadores mais leves em sua temporada universitária, Mobley teve dificuldades ao tentar mover defensores dentro do garrafão. Essa tarefa deve se tornar ainda mais difícil ao enfrentar jogadores mais físicos na NBA.

Ofensivamente Mobley apresenta mais características de um ala do que de um pivô tradicional. Ele se sente confortável atacando em transição com um controle de bola que já impressiona apesar da pouca idade. Mesmo apresentando modestos 30% de aproveitamento nos três pontos, a mecânica de arremesso de Mobley, seu aproveitamento em meia distância e na linha de lance-livre podem traduzir numa evolução de Mobley como confiável chutador do perímetro.

Por fim, conforme dito inicialmente, a visão de quadra de Mobley também chama atenção. Quando dobrado em sua temporada universitária, o jovem pivô constantemente encontrou companheiros livres para arremessarem sem contestação. As 2,4 assistências por jogo só não foram maiores pela notória falta de qualidade de seus companheiros em capitalizar as oportunidades criadas por Mobley.

O constante e justificável receio dos times em selecionar pivôs logo cedo num draft, sobretudo pela modernização do jogo priorizando formações mais baixas, não se aplica a Evan Mobley, pelo fato do jogador ter mostrado que consegue atuar num jogo de perímetro marcando atletas mais baixos, espaçando a quadra no ataque e também sendo efetivo quando em transição.