Conteúdo

Morre Jerry Sloan, maior treinador da história do Utah Jazz

22 de maio de 2020
13h 18

(por Vinícius Freitas)

 

O ex-jogador e lendário técnico do Utah Jazz, Jerry Sloan, morreu na data de hoje (22/05/20) aos 78 anos de idade, por conta de complicações relacionadas ao mal de Parkinson e demência de Lewy (doença que afeta a coordenação motora da pessoa, devido ao alto armazenamento da proteína chamada alfa-sinucleína, que reage no processo químico do cérebro). 

Sloan foi um dos mais intensos e eficientes defensores de sua época, sendo um dos principais nomes do Chicago Bulls (atuou de 66/67 até 75/76), que coincidentemente seria a franquia responsável pelos dois vice-campeonatos do Utah Jazz no período do ex-jogador como técnico. Como treinador, Sloan teve seu nome introduzido ao Hall da Fama em 2009, sendo o primeiro técnico a alcançar 1000 vitórias em temporada regular com a mesma franquia, o Utah Jazz, equipe que comandou de 88/89 a 10/11, na época de ouro da franquia, quando tinha em seu plantel nomes como John Stockton, Jeff Hornacek e Karl Malone. 

O ex-técnico ocupa o segundo lugar na lista de todos os tempos da NBA em jogos treinando a mesma franquia (1.809) e também o segundo maior em vitórias com o mesmo time (1.127), é um dos sete treinadores da história a vencer pelo menos 50 jogos em 10 temporadas diferentes (junto com Rick Adelman, Don Nelson, Pat Riley, Phil Jackson, Gregg Popovich e George Karl), além de ser o quinto nome na história da NBA a registrar 1.000 vitórias na carreira, deixando um legado importantíssimo e sendo um dos treinadores mais importantes e vitoriosos que passaram pela NBA.