Conteúdo

(por Igor de Paiva)

Nesta quarta-feira (1), a alta cúpula do Milan oficializou a venda para o fundo de investimentos norte-americano ‘RedBird Capital Partners’, por 1,2 bilhão de euros (aproximadamente R$6 bilhões).

Entretanto, ‘Elliott Management Corporation’, administradora desde de 2018, continua sendo majoritária das ações do clube italiano. A ideia é seguir o planejamento que visa a volta do clube ao protagonismo europeu.