Conteúdo

Mike Tomlin fala sobre primeira temporada sem Ben Roethlisberger: ‘É assustador, mas emocionante’

25 de junho de 2022

(por Layo Lucena)

‘Big’ Ben Roethlisberger passou 18 anos como o quarterback principal do Pittsburgh Steelers, liderando a franquia em 12 aparições em pós-temporada e conquistando dois Super Bowls.

Em 2022, será a primeira temporada após o quarterback se aposentar da NFL, onde acumulou 64,088 jardas e 418 touchdowns. Sobre isso, Mike Tomlin, treinador principal dos Steelers, comentou a dificuldade de substituir alguém como ‘Big’ Ben.

"Primeiro de tudo, o talento do cara. Quando você assiste alguém fazer algo em um certo nível por tanto tempo, isso atrapalha sua percepção do que é regular e do que não é", disse Tomlin no podcast ‘The Pivot’. "O talento do braço do cara foi tão especial por tanto tempo. Quando você vê coisas especiais todos os dias, você se acostuma. Eu gostei desse conforto, todos nós gostamos desse conforto. Estou animado por estar desconfortável.

"Sim, podemos não ter o tipo de jogo de quarterback que tivemos, podemos não ter o talento especial que tivemos, mas temos caras capazes. E temos um time."

Após a saída de ‘Big’ Ben, os Steelers têm hoje Kenny Pickett, selecionado na 20ª escolha geral do último draft, Mitchell Trubisky e Mason Rudolph para disputar pela posição de quarterback titular.

"Estou ansioso pela ansiedade associada a essa incerteza. Ter que resistir e entregar, viver de acordo com o que acreditamos. O padrão é o padrão. É como o McDonald's. Você sabe o que é um número 1. Não, não importa onde você vá, em que canto do globo, um número 1 é um número 1, e é isso que eu quero que o futebol do Pittsburgh Steelers seja. Estou preocupado. Mas, todas essas coisas legais sendo ditas - é assustador, mas emocionante.", completou o treinador.