Conteúdo

Messi, Xavi e iniesta: O trio de gênios que entrou para a história do Barcelona e do futebol mundial 

23 de agosto de 2021

(por Daniel Morales)
 

No final dos anos 2000 até o começo da última década, o Barcelona ditou as regras no futebol mundial. O time na época treinado por Pep Guardiola dominou o cenário europeu e seu Barça em um espaço de três anos ganhou tudo o que tinha direito com louvor. Mas, além da genialidade de Guardiola na beira do gramado, existia nas quatro linhas um trio de gênios que orquestrava o time culé, Messi, Xavi e Iniesta. 

Formados em La massia, o trio de canteranos blaugrana foi protagonista de um Barcelona que encantou o Mundo e formou para muitos o melhor esquadrão da história do futebol, devido não só a dominância dentro da Espanha e do continente europeu, mas também pela beleza e a forma de jogar. O tik-taka jogo de posição, com passes rápidos e muita movimentação que virou uma característica não só do Barcelona, mas também da seleção espanhola, que por sua vez, tinha os meias Xavi e Iniesta como principais nomes e foi campeã do Mundo em 2010, além das conquistas europeias em 2008 e 2012. Por sinal, Xavi e Iniesta são dois dos maiores jogadores espanhóis de todos os tempos.

E Lionel Messi? Bem, o argentino era a principal peça da orquestra azul e grená. Gênio! Com jogadas que arrastavam os defensores adversários, pois a bola simplesmente parecia grudar em sua canhota. E depois que Guardiola colocou o argentino para jogar de falso nove nas costas dos meias, Messi se consagrou de vez, jogando muito nessa faixa de campo se tornou o melhor do mundo várias vezes, e hoje em dia se diz que o mesmo é o maior de todos os tempos. Mas, o tempo passa e o trio do Barça foi desmontado com o tempo. 

Xavi foi o primeiro a sair, se despediu do Camp Nou em 2015 rumo ao futebol árabe, depois foi a vez de Iniesta que se despediu da torcida culé rumo ao futebol japonês e, mais recentemente, em 2021, Lionel Messi, após problemas burocráticos do Barcelona com La Liga, teve que dizer adeus ao clube de sua vida e assinou com o PSG. 

Sobre os técnicos que comandaram o trio, primeiro Pep Guardiola, que foi o mais vitorioso com direito a dois títulos de UEFA Champions League, em 2008/2009 e 2010/ 2011. No caso da ultima UCL vencida por Guardiola no comando do Barça, um espetáculo exibido pelo até então melhor time do mundo na final contra o Manchester United na final em Wembley vitória por 3-1. Após a saída de Guardiola, o Barcelona teve Tito Villanova como treinador, depois em 2013/2014 na temporada da chegada de Neymar ao Camp Nou, o argentino Gerardo Martino foi o comandante culé, mas só durou uma temporada, pois para temporada seguinte, vindo do Celta de Vigo, Luis Enrique chegou para ser o treinador do Barça e já na sua primeira temporada, foi campeão europeu levando os catalães ao 5ª título da principal competição europeia de sua história. 

Vale ressaltar que nessa temporada o uruguaio Luís Suarez foi o grande reforço do Barça, e com isso, além do trio Messi, Xavi e Iniesta ainda tinha se formado o MSN (Messi, Suarez e Neymar). Muitos títulos, partidas que foram um verdadeiro espetáculo e futebol de altíssimo nível, o trio de ouro Messi, Xavi e Iniesta foram tão dominantes que em 2010 os três brigaram pelo prêmio de melhor do mundo, tamanha era dominância dos canteranos do Barça. Trio que levou o Barcelona a dois tripletes (quando um time ganha a copa, a liga e o campeonato nacional em uma temporada - 2008/2009 e 2010/2011). 

Técnica, genialidade e muitos títulos, esse foi o trio que encantou o mundo da bola e dava seus espetáculos no Camp Nou. Messi, Xavi e Iniesta, o trio de ouro de La Massia.