Conteúdo

Mesmo com nítida melhora, chefe da Ferrari sentencia: “estamos devendo em todas as áreas”

1 de abril de 2021

(por Rafael Lima)
 

O chefe da equipe Ferrari, Mattia Binotto, falou francamente ao RacingNews365 sobre o que achou do time de Maranello após a primeira prova da temporada. “Não creio que temos todos os detalhes ainda, mas vimos aqui que aparentemente estamos devendo em todas as áreas”. Além disso, Binotto falou especificamente do motor: “Acho que ainda está nos faltando motor, menos do que antes, certamente. Portanto, acho que a diferença foi reduzida e estamos nos aproximando e, com esperança, no ano que vem, quando tivermos uma nova unidade de potência, vamos alcançar o nível das outras”.

Apesar da autocrítica, o chefe da Ferrari falou com otimismo para o futuro. “O importante é que estamos trabalhando nas direções certas e com as ferramentas certas. E é isso que nos vai tornar mais fortes no futuro”. E ainda citou o avanço do carro. “Estou aliviado porque, certamente, podemos trabalhar para buscar melhores posições, e isso é muito saudável para a equipe. É importante que a equipe esteja em melhores posições, ajuda a dar tranquilidade e otimismo. E, para mim, isso é o que importa: vir aqui, ver o que o carro avançou, ver a equipe agora tendo estabilidade, poder trabalhar de uma forma ainda melhor. Então isso foi importante”, reforçou Binotto.

Mesmo faltando muito para o time se tornar competitivo, a melhora da Ferrari é nítida. Mattia frisou isso: “Não somente em termos de motor, mas é o chassi, a parte aerodinâmica, as ferramentas certas, correlação [com o túnel de vento], tudo isso foi importante para nós, acho que foi fundamental”.

A Ferrari terá a chance de demonstrar um pouco mais desta evolução no próximo dia 18, no GP da Emília-Romanha, em Ímola.