Conteúdo

Medvedev assume primeiro lugar do ranking nesta segunda-feira, mas vive ameaça da guerra

28 de fevereiro de 2022

(por Mattheus Prudente)

O primeiro número um do ranking masculino fora do Big Four desde 2004 assumiu a posição nesta segunda-feira (28). Daniil Medvedev é, oficialmente, o tenista mais bem ranqueado do mundo, desbancando Novak Djokovic nesse posto e sendo o primeiro da “Next Gen” a alcançar o feito. 

Medvedev, no entanto, vive a ameaça de ser excluído das competições por conta da invasão da Rússia ao território da Ucrânia, já que vários atletas russos estão sendo excluídos das competições em vários esportes diferentes. A ATP ainda não anunciou qual seria o seu posicionamento nessa questão, mas, com outras organizações esportivas agindo neste caminho, é possível que isso aconteça. 

Se os atletas forem excluídos, isso não afetaria apenas Medvedev, mas, também, Andrey Rublev, que tem um ótimo começo de temporada e acabou de vencer o aberto de Dubai. Isso quer dizer que pelo menos dois atletas com carreiras ascendentes teriam as mesmas pausadas por um tempo por conta da guerra. 

Enquanto isso não acontece, vale pensar na ótima temporada que Medvedev vem fazendo. Ele vem tendo problemas em partidas decisivas e, por isso, ainda não venceu nenhum título nesse ano, perdendo para Rafael Nadal em seus dois campeonatos mais badalados da temporada: o Australian Open e o aberto do México. 

Mesmo assim, o seu caminho para ser o número um do mundo passa pela consistência de sempre estar ali, diferente de outros atletas da Next Gen, que ainda buscam essa constância. Se Medvedev for banido até o fim da guerra e Djokovic continuar com os problemas com a vacinação, o caminho fica livre para que Alexander Zverev assuma o posto, assim como Nadal, que faz uma temporada sensacional. 

Fato é que, no meio de todas as incertezas, Medvedev se consolida como um dos tenistas mais sólidos do circuito, e deve continuar assim por muito tempo. Acho que finalmente estamos vendo o próximo passo dado pela Next Gen.