Conteúdo

McCollum “clutch” decide no fim e dá a vitória ao Portland Trail Blazers em jogo duríssimo contra o Toronto Raptors

12 de janeiro de 2021

por Cassiano Pinheiro

Um bom jogo com um ótimo final, esse foi o duelo entre Toronto Raptors e Portland Trail Blazers. Os Raptors que estavam 2-7 na temporada vieram com tudo para tentar iniciar uma campanha de reação e o time jogou muito bem. Toronto conseguia conter Damian Lillard e com uma boa movimentação ofensiva marcava pontos, tendo em grande parte do jogo uma boa vantagem, que variava entre 8 e 12 pontos. Muito bom destacar a partidaça de Chris Boucher. Foram 20 pontos com direito à 5 bolas de três em 8 tentativas, sempre da zona morta, e mesmo bem marcado o ala-pivô canadense conseguia encaixar ótimos arremessos. Quem manteve os Blazers no jogo nos momentos ruins foi CJ McCollum, com uma atuação consistente durante toda a partida ele foi essencial para a equipe, terminando o confronto  como cestinha (30 pontos). Portland passou praticamente a partida toda correndo atrás de Toronto e a recompensa veio nos minutos finais.

Faltando pouco mais de 3 minutos para o fim o placar apontava 104-99 a favor dos Raptors, aí Carmelo Anthony matou uma ótima bola de três com direito a fake, dimuindo a vantagem. Logo depois "Melo" foi para cima de VanVleet e com um ótimo fade-away empatou a partida. Depois foi a vez de Lillard encaixar uma de suas bolas de três para virar o jogo, agora 107-104. O relógio andou um pouco mais e Carmelo acertou mais uma de três, agora o placar era de 110-106. Faltando 1:29, Boucher encontrou uma bola de três em um arremesso dificílimo cortando a vantagem para somente 1 ponto, e depois Siakam infiltrou recebendo um ótimo passe de VanVleet para virar para 110-111, com 16 segundos para jogar. CJ McCollum carregou por toda a quadra, mostrando habilidade se livrou de VanVleet e converteu para dar novamente a dianteira aos Blazers, 112-111. Mas os Raptors ainda tinham 9 segundos, Siakam partiu para cima de Covington, a marcação foi boa, o camaronês buscou o arremesso mas deu aro, ele ainda tentou um tapinha no rebote, mas sem sucesso. Um final de tirar o fôlego e uma ducha de água fria para os Raptors que lideraram o placar durante praticamente toda a partida, porém não conseguiram segurar o ímpeto dos Blazers no fim.

Toronto Raptors 111 x 112 Portland Trail Blazers