Conteúdo

Mavs são superiores nos dois lados da quadra, atropelam Suns e forçam jogo 7

13 de maio de 2022

(Por Diego Dias)

O Dallas Mavericks até flertou com a vitória no jogo 5, mas viu o resultado escapar repentinamente de suas mãos. O golpe foi assimilado no duelo desta quinta-feira (12) e, com grande disciplina defensiva ao forçar incríveis 22 turnovers e roubar 16 bolas e boa pontaria no ataque com 16 cestas de três pontos, a equipe texana não deu chances ao Phoenix Suns e conquistou uma essencial vitória para igualar a série e provocar o sétimo confronto entre as equipes.

Luka Dončić uma vez mais capitanou os Mavs com 33 pontos e 11 rebotes, beirando o triple-double com 8 assistências e roubando 4 bolas. Reggie Bullock matou 5 bolas do perímetro e terminou com 19 pontos e 7 rebotes e Jalen Brunson anotou outros 18, além de 3 roubos de bola. Spencer Dinwiddie saiu do banco para acertar 5 cestas de longa distância para fazer seus 15 pontos.

Pelos Suns, DeAndre Ayton foi o cestinha com 21 pontos e obteve double-double com 11 rebotes e foi o alento da equipe em meio às fracas atuações de Devin Booker, que apesar dos 19 pontos e 8 rebotes cometeu 8 turnovers, e de Chris Paul e seus 13 pontos com 5 erros.

A partida começou com as equipes trocando cestas. Phoenix começou melhor e liderou por uma estreita vantagem antes de Dorian Finney-Smith dar a liderança a Dallas com uma bola tripla na metade do 1º quarto. Booker respondeu no floater e com 2 lances livres, mas logo os Mavericks tiveram boas cestas de Maxi Kleber, Luka e Dinwiddie para fechar com 28x25 favorável o período.

Mas o cenário começou a se alterar a partir do quarto seguinte. CP3 e Bullock trocaram cestas de três pontos, assim como Dinwiddie e Cam Johnson. Até que uma cesta de Brunson iniciou uma mini run de 6 pontos que deixou Dallas com 10 pontos de margem (49x39). Uma bandeja de Ayton encerrou a run e a série de desperdícios dos Suns, mas os Mavericks seguiram intensos na defesa e não deixaram o adversário encostar. De quebra, cestas de Dončić de perto e de Bullock e Dinwiddie de longe fizeram outra run, agora de 11 pontos, colocando a diferença em 17 pontos (60x43) antes de dois lances livres de Johnson encerrar o 2º quarto.

Mikal Bridges abriu o 3º quarto com uma bola tripla, mas logo Dallas respondeu com Dwight Powell na ponte aérea para engatar outra run em lances livres de Dončić para colocar 70x48 no placar em bandejas de Brunson. A partir daí, os texanos passaram a dominar as ações da partida. Uma roubada de Frank Ntilikina seguida de uma bela jogada individual de Luka terminando na enterrada foram a tônica do período, onde Phoenix parecia não ter respostas pro jogo envolvente dos Mavs. Mesmo com sequências de Ayton no garrafão e tiros de média distância de Booker, o placar se manteve na casa dos 20 pontos.

Assim, coube aos Mavs administrar a vantagem dando maior tempo de quadra aos reservas. Foi onde Booker anotou 6 pontos em sequência, naquele que seria seu melhor momento ofensivo na noite. Mas a falta de calma dos Suns, que a todo instante colocava um adversário na linha de lance livre, acabou permitindo Dallas a alargar a distância para quase 30 pontos mesmo sem a mesma intensidade dos quartos anteriores.

Final: Phoenix Suns 86 @ 113 Dallas Mavericks (série empatada 3-3)

O duelo decisivo para ambas as equipes acontece neste sábado (14) no Footprint Center.