Conteúdo

Marko afirma que motor de Verstappen não falhou: “abandono na Austrália foi causado por porpoising”

18 de abril de 2022

(por Mattheus Prudente)

Max Verstappen vive um começo de temporada difícil, já que o piloto holandês, atual campeão mundial, abandonou duas das três primeiras corridas. Apesar de muitas pessoas questionarem a confiabilidade do novo motor da Red Bull, o consultor da equope, Helmut Marko, afirmou que o motor não falhou, e que o abandono na Austrália foi causado pelo porpoising. 

“Está tudo bem com o motor, o abandono na Austrália foi causado por um problema em uma mangueira de combustível de alta pressão, que estourou. A causa disso provavelmente foi o porpoising. Isso foi testado anteriormente, mas algumas coisas que não podíamos prever aconteceram.” Disse Marko. 

Mesmo com o problema na Austrália, Marko afirma que a equipe tem o porpoising controlado, principalmente quando comparado com a Ferrari ou a Mercedes. As equipes da Fórmula 1 estão sofrendo muito com esse efeito, causado pelas novas regulamentações que deixam o carro mais perto do chão para conseguir fazer com que eles corram mais próximos uns dos outros. 

A Mercedes é, com certeza, a equipe mais afetada pelo porpoising, com o seu fraco desempenho no começo da temporada estando diretamente ligado a esse efeito. Quando o carro está mais próximo ao chão, eles têm uma tendência a serem jogados para cima novamente, o que causa um quique dos carros. O nome porpoising está relacionado ao movimento feito pelo boto (porpoise, em inglês). 

A Fórmula 1 retorna para as pistas no fim de semana do dia 22, para o GP da Emilia Romagna, no circuito de Imola.