Conteúdo

Magnussen demonstra felicidade após bom resultado no Barein: “essa loucura só continua”

20 de março de 2022

(por Mattheus Prudente)

Em seu retorno para a Fórmula 1, Kevin Magnussen conseguiu um grande resultado, colocando a Haas para ter o seu melhor resultado de corrida em mais de três anos com a quinta colocação. Depois da prova, o dinamarquês demonstrou felicidade e surpresa com o resultado, afirmando “nem conseguir acreditar” no que havia feito. 

“Essa loucura só continua. Eu não sei, cara, nos só tivemos uma ótima corrida. O carro estava muito bom durante toda a corrida, apesar de termos mais desgaste de pneus do que esperávamos no primeiro conjunto. Mas eu também passei alguns carros que estavam mais rápidos do que eu nas primeiras voltas, já que eu não sabia se era melhor segurá-los ou deixá-los ir. 

Eu tive algumas travadas de pneus no primeiro stint, que não foi perfeito. Depois disso, no entanto, mesmo sabendo que paramos antes do que estávamos planejando, nós estendemos o segundo stint com o mesmo tipo de pneus para voltar aos planos.” Disse Magnussen. 

Magnussen teve problemas em sua largada depois de uma ótima classificação, mas, depois que conseguiu achar o seu ritmo de corrida, estava andando em uma ótima sétima posição antes dos problemas com Max Verstappen e Sergio Perez acontecerem e ele pular para quinto. Seu companheiro, Mick Schumacher, teve mais dificuldades, e ficou apenas em 11º. 

O dinamarquês fazia a sua primeira corrida na Fórmula 1 desde 2020, sendo o escolhido da Haas para substituir Nikita Mazepin, demitido após problemas com o patrocínio da Uralkali, empresa russa, após a invasão do país ao território ucraniano. A Haas, que demonstrou evolução clara em seu carro, esteve muito bem durante toda a corrida com os dois carros. 

A equipe vai voltar para a Arábia Saudita em uma posição muito melhor do que estavam alguns meses atrás, quando ambos os carros tiveram problemas e acabaram batendo e abandonando a prova. Essa será a primeira vez, no entanto, que Magnussen vai guiar no circuito, o que pode causar um pouco de dificuldades para o dinamarquês.