Conteúdo

Lewis Hamilton se pronuncia após ser vítima de fala racista de Nelson Piquet: “vamos focar em mudar a mentalidade”

28 de junho de 2022

(por Mattheus Prudente)

Nesta segunda-feira (27), veio à tona uma entrevista em que Nelson Piquet usou um termo racista ao se referir a Lewis Hamilton, chamando o piloto da Mercedes de “neguinho”. Isso gerou muitas reações contra o brasileiro, e Hamilton, nesta terça-feira (28), se pronunciou sobre o assunto no seu Twitter pessoal, fazendo um tweet em português. 

“Vamos focar em mudar a mentalidade.” Escreveu o britânico, em português. 

Ele continuou falando sobre o caso em inglês em um tweet subsequente: 

“É mais do que apenas linguagem. Essas mentalidades arcaicas precisam mudar e não têm mais espaço no nosso esporte. Eu estive cercado por essas atitudes e fui um alvo a minha vida inteira. O tempo para aprender acabou. É hora de tomarmos atitudes,” Escreveu Hamilton. 

Piquet usou a fala racista ao se referir à colisão sofrida no GP da Grã-Bretanha do ano passado, quando Max Verstappen, que namora a filha de Nelson, acabou indo parar no hospital. O brasileiro disse que Hamilton deliberadamente deixou o carro para Verstappen bater, afirmando que ele “fez de sacanagem” e que “teve sorte que só o outro (Verstappen) se f****”. 

A Fórmula 1, em suas redes sociais oficiais, também se pronunciou sobre o assunto, assim como a Mercedes: 

“Discriminação ou linguagem racista é inaceitável e não tem lugar na sociedade. Lewis é um incrível embaixador no nosso esporte e merece respeito. Seus esforços incansáveis para aumentar a diversidade e a inclusão são uma lição para muitos e é algo que estamos comprometidos na Fórmula 1.” Escreveu a F1 em um comunicado oficial. 

“Nós condenamos com veemência qualquer uso de linguagem racista ou discriminatória de qualquer tipo. Lewis foi o pioneiro dos esforços do nosso esporte para combater o racismo, e ele é um verdadeiro campeão da diversidade dentro e fora da quadra. Juntos, nós compartilhamos a visão por um automobilismo mais inclusivo, e esse incidente mostra a necessidade de continuarmos lutando por um futuro melhor.” Escreveu a equipe Mercedes.