Conteúdo

LeBron "vino" comanda atropelo dos Lakers, DeRozan bate o relógio, coletivo dos Celtics supera Suns, OKC vence no "duelo canadense" e mais da rodada de fim de ano da NBA

1 de janeiro de 2022

(Por Diego Dias)

FELIZ ANO NOVO! Na despedida de 2021, a rodada da National Basketball Association começou insana com o Boston Celtics fazendo bom jogo coletivo e com a pontuação bastante distribuída, com sete jogadores com pontuação dupla e o primeiro triple-double da carreira para Robert Williams (10 pontos, 11 rebotes e 10 assistências), Marcus Smart e Jaylen Brown combinaram para 48 pontos (24 cada), encerrou uma série de três derrotas ao bater o Phoenix Suns na "matinê" da sexta-feira (31). E a equipe atuou de forma convincente, se impondo desde o quarto inicial com uma run de 18x6 e encaminhando o resultado já no 2º período ao abrir 30 de frante (65x35) após cesta de longa distância de Brown.

Na volta do intervalo os Suns, que não contaram com DeAndre Ayton e Jae Crowder além do técnico Monty Williams, todos na lista da Covid, até melhoraram seu desempenho ao calibrarem a mira do perímetro, mas nada que ameaçasse o triunfo celta. Duas cestas de Chris Paul (14 pontos e 8 assistências) e Ish Wainwright cortaram o prejuízo para 15 pontos (106x91) no início do último quarto, mas as duas equipes trocaram cestas até o zerar do relógio. Devin Booker (22 pontos) e Cam Johnson (20) foram os poucos destaques de Phoenix.

Disputa intensa também teve entre os canadenses RJ Barrett e Shai Gilgeous-Alexander. Melhor para o Oklahoma City Thunder de Shai e seus 23 pontos, que aproveitaram dos desfalques de Kemba Walker e Julius Randle, na lista da Covid, para derrotar o New York Knicks de Barrett, que no entanto venceu a disputa com seu compatriota ao pontuar 26 vezes. Mesmo sem seus dois principais nomes, os Knicks até começaram bem a partida, mas no 2º quarto OKC tomou controle do jogo depois que uma cesta de três de Ty Jerome deu a primeira liderança no placar para a equipe (23x20).

Outra cesta de longe de Jerome e uma terceira de Theo Maledon completaram uma run de 9x0, que foi fundamental para a construção do resultado. A vantagem então aumentou para a casa dos 10 pontos antes dos novaiorquinos enconstarem em cestas de Barrett e Evan Fournier. Os Knicks ainda voltariam a encurtar a diferença no início do 4º quarto para três pontos (74x71), mas o Thunder respondeu com outra run, agora de 7 pontos com Maledon, Jerome e uma cesta de longe de Aaron Wiggins, recolocando a margem acima de dez pontos, que se manteve até o final.

Foi a reabilitação de Oklahoma após duas derrotas ao passo que os Knicks encerraram uma sequência de 3 vitórias.

Às vésperas da virada de ano, LeBron James celebrou seu 37º aniversário. Mas o presenteado foi o Los Angeles Lakers, que contou com uma atuação de gala da estrela, que registrou sua melhor pontuação na temporada com 43 e mostrou que está "como vinho", para atropelar o Portland Trail Blazers em partida onde a equipe não foi ameaçada pelos Blazers de Ben McLemore e seus 28 pontos vindo do banco, sendo 16 deles no quarto inicial.

Quarenta e três foi também a quantidade de pontos dos Lakers no 1º quarto, que dilataram para a casa dos 20 de diferença durante o período seguinte com boa pontaria de perímetro e em cestas de James, que protagonizou o melhor momento da partida até então com uma enterrada após pegar um rebote defensivo e avançar sem ser parado até a cesta. Na segunda metade, com a partida praticamente decidida, coube aos angelinos apenas administrarem o resultado e Malik Monk (18 pontos) e o reserva Carmelo Anthony (16) vieram bem e contribuíram para evitar uma eventual reação dos Blazers, mesmo com boas cestas de Damian Lillard (18 pontos).

No quarto final, Lebron acertou uma bola quase do meio da quadra para atingir os 40 pontos antes de deixar a quadra ovacionado. No fim, houve tempo para Kent Bazemore e Austin Rivers saírem do banco e anotarem os últimos pontos da bela vitória de Los Angeles, claro, com outro triple-double de Russell Westbrook de 15 pontos, 13 rebotes e 12 assistências.

O duelo mais equilibrado e disputado do dia foi o encontro entre os rivais Chicago Bulls e Indiana Pacers. Mesmo com os Bulls na frente na maior parte do tempo com Coby White inspirado na linha dos trÊs pontos (6 de 7 para o armador e 24 pontos), a diferença sempre esteve próxima desde o 1º quarto de jogo. Chicago iniciou uma run de 7x0 no 3º período em cestas de Coby, DeMar DeRozan e Zach Lavine (17 pontos) para colocar 9 de frente (66x57), a maior vantagem na tarde. Mas os pacers responderam com a dupla Domantas Sabonis e o cestinhs Caris LeVert e o placar ficou em 82x79 Chicago ao término do quarto.

Indiana engatou uma run de 9x0 e assumiram uma liderança de 94x90 no quarto final, mas Chicago manteve o ritmo e passaram á frente minutos depois em enterrada de LaVine. com 56 segundos restantes no relógio, dois lances livres de LeVert deixaram os Pacers em vantagem por três (106x103). Foi quando apareceu a estrela de DeRozan, que ainda foi o cestinha com 28 pontos. Primeiro, o ala converteu no fadeaway e, após roubar a bola das mãos de Justin Holiday, ele matou uma bolaça do perímetro saltando de uma perna no estouro do relógio para dar aos Bulls a vitória que o coloca na liderança da conferência Leste.

De volta depois de dois jogos ausente devido lesão nas costas, Donovan Mitchell assumiu todo o protagonismo na vitória do Utah Jazz sobre o Minnesota Timberwolves. Sem a djuda dos desfalques Mike Conley e Joe Ingles, o "Spida" foi a grande arma ofensiva do Jazz ao acertar mais da metade dos arremessos tentados e atingir sua melhor marca em pontuação em 2021/2022 com 39. Bogdan Bogdanovic, com 24 pontos e 12 rebotes e Rudy Gobert (4 tocos), com 14 pontos e 16 rebotes, obtiveram os duplos.

Os Timberwolves tiveram bom começo de jogo com cestas consecutivas de Anthony Edwards (26 pontos em sua volta ao lineup após 6 jogos), mas Utah tomou conta e logo abriu 9 de vantagem (29x20) nos instntes finais do período inicial com cestas de Mitchell e Jordan Clarkson. Uma cesta de longa distância de Jared Butler colocou dez de margem e a equipe de Salt lake City se manteve na dianteira até o decorrer do 3º quarto, quando Minnesota buscou uma reação e empatou em 86x86 em lances livres de Edwards.

Patrick Beverley acertou uma cesta de três e os Wolves viraram no último quarto, mas o Jazz reagiu com uma run de 22 pontos com Mitchell e Gobert donos das ações e deixando o placar em 113x92, encaminhando de vez o resultado positivo. Jaden McDaniels acertou duas em sequência assim como Edwards, mas não sobrou tempo para uma reação dos Wolves.

Destaques da sexta-feira

Cestinha da rodada: LeBron James (43pts)
MVP da rodada: LeBron (5-10 fg3, 14reb, 2stl)
Jogo da rodada: Pacers x Bulls
Jogada decisiva: Game-winner de DeRozan no zerar do relógio.
Sinal vermelho: Blazers, que amargaram o 4º revés consecutivo.
Sinal amarelo: Clippers, derrotados pela terceira vez em 4 jogos e pela 6ª nos últimos 8 compromissos.
Sinal verde: Bulls e Jazz, que venceram a sexta seguida.

Todos os resultados

New York Knicks 80 @ 95 Oklahoma City Thunder
San Antonio Spurs 105 @ 118 Memphis Grizzlies
Los Angeles Clippers 108 @ 116 Toronto Raptors
Chicago Bulls 108 @ 106 Indiana Pacers
Dallas Mavericks 112 @ 96 Sacramento Kings
Atlanta Hawks 121 @ 118 Cleveland Cavaliers
Miami Heat 120 @ 110 Houston Rockets
Portland Trail Blazers 106 @ 139 Los Angeles Lakers
Minnesota Timberwolves 108 @ 120 Utah Jazz