Conteúdo

LeBron anota 50 pontos em vitória dos Lakers, Gregg Popovich bate recorde de vitórias e mais; tudo sobre a sexta (11) da NBA

12 de março de 2022

(por Rafael Lima)
 

Confira tudo da marcante rodada de sexta-feira (11) da NBA.
 

LeBron espetacular, grande virada dos Grizzlies e Gregg Popovich histórico

Los Angeles Lakers e Washington Wizards se enfrentaram na Califórnia em um duelo bastante equilibrado. Porém, da metade do terceiro quarto para frente, impulsionados por um LeBron James (50pts, 7reb e 6ast) inspiradíssimo os Lakers assumiram as rédeas da partida e não sofreram até o fim do jogo. O time vencedor ainda teve que superar a performance muito abaixo de Russell Westbrook, que anotou apenas 5 pontos, 3 rebotes e 9 assistências.

O Memphis Grizzlies recebeu o New York Knicks e no primeiro tempo parecia que seria um jogo equilibrado, porém, pendendo mais para o time da casa. Só que Julius Randle (36pts, 12reb e 6ast) e RJ Barrett (23pts e 7reb) chamaram a responsabilidade e lideraram uma excelente sequência que fez os Knicks abrirem vantagem de 15 pontos no quarto período. Só que quem tem Ja Morant (37pts e 8ast) não se assusta em desvantagem, o craque pontuou de tudo quanto foi jeito para uma grande remontada, que permitiu aos Grizzlies a manutenção da segunda colocação do Oeste.

Um dia especial para Gregg Popovich! Assim podemos definir o que foi o jogo entre Utah Jazz e San Antonio Spurs, no AT&T Center no Texas. A partida foi dominada pelo Utah durante quase todo o tempo, controlando bem o relógio e escolhendo os arremessos com imensa felicidade. Além disso, o Jazz também era melhor defensivamente. Mesmo assim, o time de Salt Lake City, que chegou a colocar 15 pontos de frente no quarto período, sofreu um apagão profundo, amargando uma corrida de 18 a 3 dos Spurs para empatarem o confronto. Só que a virada de San Antonio só veio faltando 1 minuto e 17 segundos para o fim, com um lance livre de Lonnie Walker IV. Daí para o fim os Spurs não ficaram mais atrás e conseguiram um triunfo que os mantém na briga pelo Play-In. Entretanto, o que torna esse resultado tão especial é que ele foi a 1.336ª vitória de Gregg Popovich em temporadas regulares da NBA, se tornando o treinador mais vitorioso da história da liga. O grande nome do embate foi o armador Dejounte Murray, que anotou 27 pontos e 9 rebotes, além de cinco roubos de bola.

Vitórias tranquilas de Hornets, Heat, Mavericks e Celtics

O Charlotte Hornets aplicou a maior pontuação da noite desta sexta-feira (11). A equipe não tomou conhecimento do extremamente desfalcado New Orleans Pelicans, que não teve Brandon Ingram, CJ McCollum e Zion Williamson, e deslanchou a partir do terceiro período para conquistar um incrível triunfo em que o time da Carolina do Norte anotou 142 pontos. O grandes destaques de Charlotte foram Miles Bridges (26pts, 8reb e 9ast) e Terry Rozier (25pts e 8ast). O cestinha da partida foi o surpreendente reserva dos Pelicans, Trey Murphy III, com 32 pontos, contribuindo também com 9 rebotes. 

O Miami Heat, liderado por Bam Adebayo (30pts e 17reb), chegou a sofrer um pouco no terceiro quarto, mas tomou conta da partida contra o Cleveland Cavaliers na maior parte do tempo para vencer o rival sem sustos. Miami demonstrou um basquete melhor em todas as áreas do jogo e contou também com o bom trabalho de Jimmy Butler (24pts) para jogar como um legítimo líder do Leste. Para os Cavs, fica sensação que o gás está acabando.

No clássico texano, após um primeiro quarto parelho, o Dallas Mavericks controlou completamente o Houston Rockets, chegou a abrir 29 pontos de vantagem, e venceu com extrema tranquilidade o rival. Luka Doncic (30pts, 14reb e 6ast) vem se mostrando um líder melhor a cada jogo, não só pontuando bastante como também envolvendo mais os companheiros na partida. Um jogador bastante participativo foi Dwight Powell, que terminou a peleja com 26 pontos e 12 rebotes. Dallas segue firme na briga por mando de quadra nos Playoffs.

Em Boston, os Celtics fizeram um duelo bastante equilibrado com o Detroit Pistons até o início do quarto período, quando Ime Udoka encontrou uma forma de anular os pontos positivos dos visitantes, zerando Cade Cunningham e Marvin Bagley III, que estavam tendo performances dominantes, 27 e 20 pontos. A partir daí, os celtas, liderados por Jayson Tatum (31pts, 8reb e 6ast), foram aumentando a vantagem para conseguirem mais uma vitória para a conta.
 

Magic surpreende, Hawks conseguem vitória importante e Suns sofrem nas mãos dos Raptors

O Orlando Magic mostrou ao Minnesota Timberwolves que não se deve subestimar o jogo. A equipe da Flórida chegou a estar perdendo por 18 pontos, só conseguiu liderar o placar no final do terceiro quarto, mas com Mo Bamba (27pts e 12reb) muito inspirado, o Magic passou a controlar as ações. O time da casa contou com o nervosismo final do adversário para quebrar a sequência de 6 triunfos dos Wolves. Anthony Edwards foi o principal pontuador do lado perdedor com 25 tentos.

O Atlanta Hawks, que segue no limite do Play-In, conseguiu uma boa vitória diante do guerreiro Los Angeles Clippers, que mesmo sem suas estrelas Paul George e Kawhi Leonard, faz jogo duro contra qualquer time. O jogo teve altos e baixos para Atlanta, porém, quando o calo apertava, Trae Young (27pts, 5reb e 11ast) tratava de aparecer para tranquilizar a torcida da casa. E, com um quarto período sólido, os Hawks venceram de forma sólida. 

Para finalizar, o Toronto Raptors, assim como todos os times que tem enfrentado o Phoenix Suns, se beneficiou da ausência de Chris Paul para controlar a maior parte da partida trabalhando muito bem do perímetro, principalmente com Gary Trent Jr. (42pts e 8reb), que foi decisivo para sustentar o triunfo dos Raptors, que seguem na cola do Cleveland Cavaliers por uma vaga direta nos Playoffs. Além de Trent, que fez uma de suas melhores atuações na carreira, Pascal Siakam também merece crédito pela partidaça que fez, anotando 25 pontos, 7 rebotes e 10 assistências. 
 

Destaques da rodada

Cestinha: LeBron James com 50 pontos.

Melhor jogador: LeBron James (50pts, 7reb, 6ast).

Jogada decisiva: Rebote de Gary Trent Jr em erro de Devin Booker.

Melhor atuação coletiva: Charlotte Hornets.

Melhor jogo: San Antonio Spurs x Utah Jazz.

Pegou o elevador: Miami Heat, que se distanciou na liderança do Leste.

Sinal amarelo: Cleveland Cavaliers, que perdeu 7 dos últimos 10 jogos e vê a classificação direta aos Playoffs ser ameaçada por Toronto.

Sinal vermelho: New Orleans Pelicans, que depois de ter dado uma boa arrancada vem de quatro derrotas seguidas, sofrendo com desfalques.

Sinal verde: Boston Celtics, que segue sendo um dos times mais competitivos da liga em 2022.

Menções honrosas: 

Jogador - Gary Trent Jr (42pts e 8reb).

Time - Memphis Grizzlies e a força mental do time para virar o jogo contra os Knicks e se manter em segundo no Oeste.
 

Veja todos os resultados da rodada

Minnesota Timberwolves 110-118 Orlando Magic

Los Angeles Clippers 106-112 Atlanta Hawks

Detroit Pistons 103-114 Boston Celtics

Cleveland Cavaliers 105-117 Miami Heat

Dallas Mavericks 113-100 Houston Rockets

New York Knicks 114-118 Memphis Grizzlies

Charlotte Hornets 142-120 New Orleans Pelicans

Utah Jazz 102-104 San Antonio Spurs

Toronto Raptors 117-112 Phoenix Suns

Washington Wizards 109-122 Los Angeles Lakers