Conteúdo
×

Error message

Image resize threshold of 10 remote images has been reached. Please use fewer remote images.

Lamar Jackson se machuca em derrota para os Browns, ‘massacre’ dos Chiefs em cima dos Raiders, e Jaguars perdem de ‘zero’ em Tennessee - Confira o primeiro horário da semana 14 da NFL

12 de dezembro de 2021

(por Layo Lucena e Rodrigo Mota)

Neste domingo (12), tivemos a semana 14 da NFL, com confrontos entre Baltimore Ravens e Cleveland Browns, Kansas City Chiefs e Las Vegas Raiders, e Washington Football Team e Dallas Cowboys, dentre outros. Confira os jogos do primeiro horário de domingo da semana 14:

Sem Lamar Jackson, Ravens quase viram, mas sucubem aos Browns

Em confronto divisional, e com implicações nos playoffs, o Cleveland Browns recebeu o Baltimore Ravens, e os donos da casa foram soberanos no confronto.

Na primeira campanha dos anfitriões, os Browns anotaram um field goal para abrir o placar, 3x0. Ainda no primeiro quarto, Cleveland ampliou o placar com touchdown de Jarvis Landry recebendo passe de Baker Mayfield, 10x0 após o chute. Logo na sequência, na campanha de Baltimore, Lamar Jackson executou passe, mas se lesionou no lance, fazendo com que o camisa oito saísse de campo; e pouco tempo depois, fosse decretado o fim da sua participação no resto do confronto.

Quando a situação parecia não poder piorar para os Ravens, Donovan Peoples-Jones fez grande recepção, colocando a equipe logo no campo de ataque. Algumas jogadas depois, Mayfield encontrou seu tight end, Austin Hooper, na endzone para anotar mais seis pontos, 17x0 após conversão do chute.

Baltimore conseguiu descontar com field goal convertido por Justin Tucker, de 50 jardas, mas na reta final do primeiro tempo, Myles Garrett conseguiu um “strip-six”, roubando a bola e a recuperando de Tyler Huntley, para alargar ainda mais a vantagem, 24x3. Ainda antes do apito final do segundo quarto, Huntley voltou e conduziu bem seu ataque para posicionar Tucker, que acertou mais um para diminuir, 24x6 no intervalo.

No terceiro quarto, a equipe visitante veio e conseguiu alguns bons first downs, mas a campanha acabou frustrante, já que Huntley sofreu fumble devolvendo a bola para Cleveland. Após campanha curta dos Browns, os Ravens voltaram ao ataque e mais uma vez Huntley fez um bom trabalho no drive, mais uma vez posicionando Tucker para converter outro disparo, desta vez de 55 jardas e 24x9.

Com o ataque de Cleveland basicamente só administrando o resultado, os Ravens se aproveitaram da situação e impulsionados pela recepção longa de Rashod Bateman, Latavius Murray correu para a endzone para anotar, 24x15 após tentativa de dois pontos sem sucesso. Após campanhas de ambos times não darem resultado, os Ravens, então, voltaram ao ataque querendo encostar no placar. Huntley fez grande campanha, conectando muito bem seus passes; e de quebra, encontrou Mark Andrews na endzone para colocar “fogo” no jogo 24x22 .

Os Ravens foram para o onside kick e conseguiram recuperar a posse de bola para dar uma última oportunidade para seu ataque. Huntley, então, tinha a missão de fazer acontecer o milagre, mas em tentativa de quarta descida, a equipe de Baltimore não conseguiu converter, e bastou a Cleveland ajoelhar para garantir a vitória.

Las Vegas Raiders (6-7) 9 x 48 Kansas City Chiefs (9-4)

Com facilidade, o Kansas City Chiefs não precisou fazer muita força para "massacrar" o seu rival de divisão, o Las Vegas Raiders, em Missouri.

Patrick Mahomes, o grande destaque da partida, terminou o confronto com 258 jardas e dois touchdowns; outro nome do jogo foi Tyreek Hill, que teve 76 jardas em quatro recepções. Já nos Raiders, não teve muito o que destacar, além do desempenho de Hunter Renfrow, que teve o melhor jogo de sua carreira, com 117 jardas e um touchdown em 13 recepções.

Jacksonville Jaguars (2-11) 0 x 20 Tennessee Titans (9-4)

Mais uma semana e mais uma derrota para o Jacksonville Jaguars, desta vez a equipe de Trevor Lawrence sofre uma grande “lavada”. Sem pontuar, o time de Jacksonville conquistou mais uma vergonha na temporada.

Ryan Tannehill, o destaque positivo do confronto, completou 20 passes de 31 tentados, com 191 jardas lançadas. Já nos Jaguars, Trevor Lawrence, o destaque negativo, terminou o duelo lançando 221 jardas e quatro interceptações.  

Dallas vence Washington com susto no final

O Washington Football Team recebeu o Dallas Cowboys na semana 14, mas quem se deu bem no confronto foram os visitantes.

Logo na primeira campanha, Dallas construiu bem seu drive e Greg Zuerlein abriu o placar, 3x0. Após campanha curta de Washington, as equipes trocaram interceptações, primeiro com Dak Prescott colocando muita força no passe, e depois com Randy Gregory, que fez uma grande jogada individual interceptando passe de Taylor Heinicke. Com isso, Prescott voltou a ofensiva e aproveitou a chance para marcar um touchdown com Amari Cooper, 11x0 após conversão de dois pontos.

Na campanha seguinte, Washington tentou responder a agressividade dos Cowboys, mas em tentativa de quarta descida, Heinicke caiu mais uma vez nas garras da defesa de Dallas, que forçou um “strip-six” retornando a bola para touchdown, 18x0 após chute ainda no primeiro quarto.

No segundo período, o jogo perdeu um pouco do ritmo intenso, mas Dallas continuou em controle, principalmente na defesa, onde não permitiu quase nenhuma ação ofensiva eficiente de Washington. Os Cowboys, no ataque, conseguiram mais dois field goals para levar a confortável vantagem de 24x0 para o intervalo.

Voltando para o segundo tempo, quem mexeu primeiro no placar foi Washington. Em uma bela “escapada” de Heinicke, o quarterback encontrou Cam Simms, que também fez bela recepção para descontar e trazer os donos da casa de volta para o jogo, 24x8 após conversão com sucesso de dois pontos. Após os Cowboys fazerem campanha curta, Washington voltou a ofensiva querendo aproveitar o bom momento, mas Gibson acabou soltando a bola, que foi recuperada pela defesa de Dallas, para jogar um balde de água gelada na equipe anfitriã. Aproveitando a boa posição de campo, os Cowboys converteram mais um field goal para ampliar, 27x8.

Já no quarto período do jogo, com o ataque de Dallas ainda sendo improdutivo, a defesa dos visitantes abaixou a guarda, e Kyle Allen, que substituiu o lesionado Heinicke, aproveitou a oportunidade e conduziu bom drive para anotar touchdown de Jonathan Williams, 27x14 após tentativa de dois pontos sem sucesso.

A defesa de Washington teve grande atuação ao interceptar Prescott e levar a bola até a endzone para incendiar o confronto de vez, 27x20 após chute bloqueado no try. Após campanha rápida de Dallas, Allen e seu ataque tiveram mais uma chance de empatar, e quem sabe virar o confronto, mas o quarterback reserva acabou tentando demais em uma jogada e sofreu um fumble, que foi recuperado pela defesa dos Cowboys.

Com pouco tempo para o fim, Washington gastou seus timeouts e aproveitou o two-minute warning, mas Dallas conseguiu finalizar o cronômetro para garantir a vitória, mesmo com o susto do fim de jogo.

Seattle Seahawks (5-8) 33 x 13 Houston Texans (2-11)

O Seattle Seahawks voltou a vencer depois de muito tempo, e escolheu o Houston Texans para retornar a um desempenho “aceitavel” em campo, algo que não acontece já há algumas semanas.

Russell Wilson teve 260 jardas lançadas e dois touchdowns, sendo o nome da partida ao lado de Rashaad Penny, que correu para 137 jardas e dois touchdowns. No Texans, o novato David Mills teve 331 jardas e um touchdowns, contando também com o desempenho de Brandin Cooks, que acumulou 101 jardas em oito recepções.

Falcons levam a melhor sobre Panthers, que contou com revezamento de QBs

Duas equipes de campanhas idênticas e ainda vivas na busca dos playoffs precisavam vencer o duelo que aconteceu em Charlotte, na Carolina do Norte. Os donos da casa foram os que atacaram primeiro, com Cam Newton correndo para marcar os primeiros pontos da partida, 7x0. Ainda no primeiro quarto, os Falcons deram a resposta. Com bom drive, Cordarrelle Patterson finalizou a campanha correndo para a endzone, 7x7.

Já no segundo quarto, a defesa de Atlanta apareceu no confronto, quando interceptou Newton e levou a bola de volta para a endzone, para virar a partida, 14x7. Após mais uma campanha sem sucesso de Carolina, Matt Ryan voltou a campo e produziu mais uma boa campanha para os visitantes, e os Falcons anotaram field goal para ampliar, 17x7. Com P.J. Walker em campo no lugar de Newton, a equipe da casa, mais uma vez, acabou sendo interceptada, e o placar ficou igual até o intervalo no confronto.

Na volta para o campo, os Panthers retornaram com Newton conduzindo o ataque, e logo na primeira campanha, a equipe anotou mais um touchdown para incendiar a partida. Chubba Hubbard marcou em corrida de 17 jardas para encostar no placar, 17x14. Atlanta deu a resposta na campanha seguinte, embora não tenha conseguido anotar o touchdown. Yong Hue Koo, mais uma vez, converteu o disparo para aumentar a vantagem 20x14.

Com momento melhor no jogo, os donos da casa vieram em busca da virada, mas a equipe literalmente tropeçou, quando Cam Newton caiu ao tentar fazer o handoff que terminou em fumble recuperado pela defesa. Os Falcons, em boa posição de campo, mais uma vez cruzaram o plano de gol, desta vez com Haden Hurst recebendo o arremesso de Matt Ryan para aumentar, 26x14 após tentativa de dois pontos sem sucesso, já no quarto período.

Após algumas campanhas sem sucesso, Atlanta tentou gastar o relógio, e ainda conseguiu chutar mais um field goal para ampliar ainda mais a vantagem, 29x14. Com P.J. Walker em campo mais uma vez, os Panthers voltaram a ofensiva, mas com menos de cinco minutos para o término do jogo, Walker não conseguiu evoluir a campanha do seu ataque e devolveu a bola aos Falcons em downs. A equipe de Atlanta, então, quis devolver o favor, uma vez que o running back reserva Qadree Ollison soltou a carne recuperada pela defesa.

Walker, desta vez, foi melhor e conseguiu anotar touchdown com Robbie Anderson, para dar vida aos Panthers no jogo, 29x21. Ainda com um pouco de tempo no relógio, Atlanta voltou a campo querendo garantir o resultado e queimou o tempo que faltava com direito a conversão de 3&13, para manter o relógio andando e garantir a vitória.

New Orleans Saints (6-7) 30 x 9 New York Jets (3-10)

Na partida que ninguém liga da semana, o New York Jets recebeu o New Orleans Saints no MetLife Stadium, só para os Saints voltarem a vencer após cinco derrotas seguidas.

Alvin Kamara foi o grande nome da partida, com 120 jardas e um touchdown corrido. Do outro lado, Zach Wilson terminou o jogo com 19 passes completados em 42 tentandos, com 202 jardas áereas e 33 jardas corridas.