Conteúdo

Knicks anulam Joel Embiid e atropelam Sixers com grande atuação coletiva

27 de outubro de 2021

(por Diego Dias)
 

Quinze. Esta foi a quantidade de jogos que o New York Knicks ficou sem derrotar o Philadelphia 76ers. Ou 4 anos, desde o game winner do senegalês Maurice Ndour na despedida de Carmelo Anthony do Madison Square Garden. Nesta terça-feira a equipe contou com boa performance coletiva na "Arena Mais Famosa do Mundo", com a segunda unidade sendo importante a partir do 2º quarto para quebrar o incômodo tabu diante dos rivais e voltou a vencer na temporada.

As caras novas Kemba Walker (19 pontos em 5 cestas do perímetro, 2 roubos e 5 assistências) e Evan Fournier (18 pontos com 4 de 6 nos arremessos de longa distância) acabaram como os principais destaques dos Knicks, assim como os reservas Derrick Rose (13 pontos), Immanuel Quickley (6 dos 8 pontos no 2Q) e Obi Toppin (9 pontos, 6 deles no 2Q). Julius Randle teve atuação mais "discreta", mas contribuiu com 16 pontos e 11 rebotes, beirando o triple-double com 7 assistências.

Do lado dos Sixers, os 23 pontos de Tobias Harris (cestinha da noite), 9 rebotes e 9 assistências foram o alento da equipe, que viu Joel Embiid fazer apenas 9 pontos no primeiro tempo (todos de lance livre, com 0 de 5 em arremessos de quadra) para terminar com 14 pontos, além de 5 turnovers. Danny Green fez seus 12 pontos apenas em chutes do perímetro e Georges Niang deixou 13 pontos saindo do banco.

Os Knicks começaram o jogo com a mira calibrada da linha dos três pontos em cestas de Barrett e Randle, além de forçarem os erros nos arremessos dos 76ers. Mas logo a equipe da Philadelphia se recolocou na disputa e engatou uma run de 16x5 em tiros de longa distância de Harris e Green, com o segundanista Tyrese Maxey mostrando agilidade para fugir da dura marcação novaiorquina. Assim, os Sixers abriram margem suficiente para encerrar o período inicial em vantagem de três pontos (26x23).

A partida mudou no quarto seguinte. Com os titulares em dificuldades de pontuar em meio às várias tentativas, coube aos reservas iniciarem a reação dos Knicks. Rose anotou os primeiros 5 pontos da equipe no período e, aproveitando ainda dos turnovers dos Embiid e Andre Drummond e de cestas de Quickley e Toppin, engataram runs de 12x4 e 12x6 para abrirem 11 de vantagem (47x36). Outro que passou a "esquentar a mão" foi Kemba ao anotar 10 pontos em sequência e Nova York foi pro intervalo com 63x42 no placar.

O trabalho defensivo da equipe da casa se manteve no 3º quarto, forçando Philadelphia a "se livrar" da bola. Até que Embiid converteu sua primeira cesta de quadra na partida em um fadeaway, abrindo caminho para uma run de 12x4 aos Sixers com boas cestas de Green e Harris outra vez do perímetro. A margem que foi de 27 no início do período chegou a ser cortada para 19 antes de Walker retomar o controle para os Knicks com 9 pontos seguidos. Nos 12 minutos finais, os Knicks diminuíram o ritmo e ficaram mais de 3 minutos sem pontuar e Philadelphia diminuiu para 14 a diferença (97x83). Mas uma cesta de longe de Rose e uma de perto de Randle trataram de esfriar a reação dos 76ers e a diferença se manteve confortável até o soar da sirene.
 

Final: Philadelphia 76ers 99 @ 112 New York Knicks
 

Philadelphia volta às quadras nesta quinta-feira (28) diante do Detroit Pistons fora de casa, na noite seguinte de Nova York ir até o United Center duelar com o Chicago Bulls.

As "fastbreaks" da terça-feira

- O Oklahoma City Thunder bem que tentou, mas o Golden State Warriors manteve sua invencibilidade na temporada e o melhor início desde 2015 graças a uma reação que começou no segundo tempo, quando a equipe assumiu a liderança no placar pela primeira vez na noite e não largou mais. Os Warriors tiveram o trio Stephen Curry, Andrew Wiggins e Damion Lee superando a marca dos 20 pontos, apesar dos 30 do cestinha Shai Gilgeous-Alexander;

- Mesmo sem LeBron James, o Los Angeles Lakers teve em Russell Westbrook o fator fundamental para superar o San Antonio Spurs no tempo extra. Foram 15 pontos do armador no último quarto e na prorrogação, comandando a reação angelina depois de estar perdendo por 12. Westbrook acabou com 33 pontos e 10 rebotes enquanto Anthony Davis adicionou outros 35 pontos e 17 rebotes. Pelos Spurs, os 21 pontos e 15 rebotes foram o quinto double-double na carreira de Dejounte Murray. O austríaco Jakob Pöltl também teve duplo com 27 pontos e 14 rebotes.

Outros resultados

Los Angeles Lakers 125 @ 121 San Antonio Spurs (OT)

Houston Rockets 106 @ 116 Dallas Mavericks

Golden State Warriors 106 @ 98 Oklahoma City Thunder

Denver Nuggets 110 @ 122 Utah Jazz