Conteúdo

Klay tem atuação espetacular e comanda vitória dos Warriors, que faturam conferência e avançam às finais

27 de maio de 2022

(Por Diego Dias)

Com uma postura agressiva em ambos os lados da quadra, o Golden State Warriors não deu chance de reação ao Dallas Mavericks e fecham a série em cinco jogos diante de seus torcedores no Chase Center. O triunfo garante à equipe da Bay Area o título da conferência Oeste e uma viagem às finais da NBA pela 6ª vez em 8 anos, repetindo o feito do Chicago Bulls da era Jordan.

Campeão com os Warriors, coube ao ex-ala Shawn Livingston entregar a Stephen Curry o recém-criado trofeu Magic Johnson como o MVP das finais de conferência. É a primeira premiação individual em pós-temporada do armador, escolhido MVP de temporada regular por 2 vezes, na carreira.

Curry terminou com 15 pontos e 9 assistências, além de 2 roubos e 1 toco. Mas o grande destaque da noite foi Klay Thompson, que fez sua melhor partida ofensiva nos playoffs sendo o cestinha com 32 pontos (8 cestas de três pontos), 19 deles na primeira metade. Draymond Green também beirou os duplos com 17 pontos e 9 assistências, além de 6 rebotes e Andrew Wiggins fez o double-double com 18 pontos e 10 rebotes.

Pelos Mavericks, que não tiveram a mesma inspiração do perímetro do duelo anterior, Luka Dončić foi o melhor pontuador com 28 pontos e teve ainda 9 rebotes e 6 assistências e teve contribuição de Spencer Dinwiddie (2 roubos e 1 toco), que acertou 5 das 7 bolas de longe para fechar com 26 pontos.

Os Warriors começaram logo de cara uma intensa marcação e forçava turnovers em sequência aos Mavs, especialmente de Dončić. Assim, logo a equipe abriu 9 de margem (14x5) com pouco mais de 3 minutos de jogo em cestas de perímetro de Thompson e de Kevon Looney e Wiggins em infiltrações. Dallas até teve uma run de 7x0 para encostar, mas em seguida Golden State restabeleceu a diferença com direito a toco de Green em Luka. O mesmo Green matou uma bola de longa distância no último minuto, mas que Dinwiddie respondeu no estouro do cronômetro.

Nada que fizesse os texanos mudarem o panorama no 2º quarto, pois os Warriors teve os 5 pontos seguidos de Jordan Poole e outra cesta de três de Klay para colocarem dígitos duplos de vantagem. Apesar de boas cestas de Jalen Brunson e Davis Bertans, Dallas viu a diferença ir pra casa dos 20 pontos com a artilharia de perímetro da equipe da casa, além dos diversos lances livres que os Mavs concedam. Mesmo com Dinwiddie novamente convertendo a última cesta do período de longe, o placar ficou 69x52 Golden State ao fim de 24 minutos.

Os Mavericks, vendo sua temporada se encerrando, viram os Warriors começarem o 3º quarto engatando uma run de 7x0 com bola tripla de Klay, bandeja de Steph e enterrada de Looney. Mas aos poucos os texanos foram ganhando maior confiança, sobretudo na metade final do período, e tiveram 16x0 de run com cestas de Dončić e Reggie Bullock de longe, e Finney-Smith e Kleber de perto. Com isso, a equipe trouxe emoção pra partida com apenas dez pontos (94x84) de margem.

Mas a noite não era dos Mavericks. A equipe começou o último quarto abusando dos desperdícios de bola ao mesmo tempo que os Warriors eram precisos na seleção dos arremessos. Assim, a vantagem dos californianos voltou a beirar os 20 pontos em bolas triplas de Thompson, Curry e Nemanja Bjelica. Dinwiddie e Dončić ainda tentaram conter o ritmo com boas cestas, mas os "Splash Brothers" acertaram outras duas cestas de longe para colocar a exclamação no jogo! Daí então, os reservas das equipes trataram de concluir o duelo enquanto os titulares dos Warriors comemoravam (ainda contidos) mais um triunfo.

Final: Dallas Mavericks 110 @ 120 Golden State Warriors (GSW vence 4-1)

Golden State agora fica no aguardo do desfecho das finais da conferência Leste para conhecer seu oponente. Os californianos terão o mando de quadra independentemente de enfrentar Boston Celtics ou Miami Heat.