Conteúdo

Kemba e Curry imparáveis, Lakers se despedem de arena com atropelo, Heat vence no finalzinho, vitória suada dos desfalcados Hawks em Phila. Os destaques da quinta-feira de NBA

24 de dezembro de 2021

(Por Diego Dias)

A recheada rodada de pré-Natal da National Basketball Association teve outra brilhante atuação de Stephen Curry. A estrela, e potencial MVP da temporada, superou uma vez mais a barreira dos 40 pontos e comandou a boa vitória do Golden State Warriors sobre o Memphis Grizzlies na Bay Area, que mantém a equipe na cola do Phoenix Suns.

O jogo estava sob controle dos californianos durante a maior parte, mas os Grizzlies chegaram a complicar a partida ao buscarem o empate no último período em 102x102 após bandeja de DeAndre Melton (20 pontos e 9 rebotes). No ataque seguinte, Juan Toscano-Anderson respondeu na mesma moeda e em seguida Gary Payton II (22 pontos) converteu sua quarta bola de três pontos para selar o resultado para Golden State.

Outro All-Star com atuação espetacular foi Kemba Walker. O armador parece estar querendo deixar claro ao técnico Tom Thibodeau que sua presença na rotação se faz necessária no New York Knicks depois de anotar 22 pontos na primeira metade de jogo e terminar com sua melhor marca na temporada (44). Mas os novaiorquinos voltaram a apresentar falhas defensivas no 3º quarto, principalmente com Juluis Randle e seus 4 turnovers, e permitiram a reação do Washington Wizards em cestas do perímetro do calouro Corey Kispert (20 pontos, career-high) e Spencer Dinwiddie (21pontos e 12 assistências), superando a ausência da estrela Bradley Beal, na lista da Covid.

Os Knicks, que tiveram um novo "velho" desfalque em RJ Barrett, que mesmo fora da lista da Covid não apresentava boas condições de jogo, ainda tiveram uma run de 7 pontos para ficar apenas dois atrás no placar (109x107) com 2 minutos restantes, mas duas cestas de longa distância de Kyle Kuzma (18 pontos e 10 rebotes) eliminaram qualquer chance de evitar o revés em pleno Madison Square Garden.

Uma das equipes com mais jogadores incluídos na lista de protocolos da Covid-19 é o Atlanta Hawks, com 7 baixas. A equipe ainda perdeu o ala-pivô Onyeka Okongwu no decorrer da partida com uma torção de tornozelo, mas teve o sérvio Bogdan Bogdanovic saindo do banco e anotando dez de seus 15 pontos nos minutos finais para um importante vitória fora de casa frente ao Philadelphia 76ers.

Atlanta começou com tudo a noite e abriu 19 pontos de vantagem logo no 1º quarto, mas os Sixers cortaram a margem na segunda metade e chegaram a liderar por 5 pontos. Mas os Hawks retomaram o controle graças à artilharia de perímetro de Bogdanovic e de Cam Redddish (18 pontos). A 5 segundos do soar da sirene, Phila teve a bola do jogo nas mãos de Joel Embiid (23 pontos e 10 rebotes) para forçar a prorrogação, mas ela caprichosamente resvalou no aro.

O Detroit Pistons segue em queda livre e, além de acumularem resultados negativos, acumulam também desfalques. São cinco jogadores na lista da Covid, entre eles o calouro e um dos cestinhas da equipe Cade Cunningham. Ainda assim os Pistons travaram bom duelo com o Miami Heat e lideraram em praticamente toda a metade inicial comandados por Trey Lyles (28 pontos, career-high) e Saddiq Bey (23 pontos) e parecia que novamente iam derrotar Miami, a única vítima de Detroit em dezembro.

Mas o Heat se aproveitou do desgaste da limitada rotação do adversário e viraram o duelo na volta do intervalo graças ao trio Tyler Herro (29) pontos, Max Strus (26) e Kyle Lowry (21). Miami teve uma run de 7 pontos no último quarto para colocar 112x110 a 1:12 do final. Bey então empatou na sequência, mas uma cesta de longa distância de Strus a 40 segundos deu a última vantagem da partida, a favor do Heat.

O Los Angeles Lakers estavam se despedindo do Staples Center depois de 22 anos. Ou quase isso. O nome "Staples Center" será substituído para "Crypto.com Arena" a partir da rodada de Natal. O San Antonio Spurs tratou de dar  o "presente de despedida" com um verdadeiro atropelo de 28 pontos sobrepujando as belas atuações de LeBron James (36 pontos e 9 rebotes) e Russell Westbrook (30 pontos) e impondo aos angelinos o quarto revés seguido.

Os Spurs tiveram o controle das ações durante toda a partida graças ao já conhecido jogo coletivo da equipe. Mesmo assim, Keita Bates-Diop teve sua melhor pontuação na temporada ao anotar 30, sendo 11 deles no 3º quarto, quando San Antonio dilatou a vantagem, e ser o cestinha texano, acompanhado dos 23 de Derrick White e dos 21 de Lonnie Walker.

Como uma coincidência, a última partida dos Lakers na antiga arena, o The Forum, foi em uma derrota para os Spurs. Na ocasião, foi a 4ª vitória na segunda rodada dos playoffs de 1999, completando a varrida e abrindo caminho para o primeiro título da franquia texana.

Destaques da quinta-feira

Cestinha: Stephen Curry (46pts).
MVPs da rodada: Curry (8/14fg3) e Kemba Walker (44pts - 7/14fg3 -, 9reb, 8ast, 0to)
Jogo da rodada: Heat x Pistons
Jogada decisiva: cesta de Max Strus definindo a vitória do Heat.
Sinal vermelho: Lakers, que atravessam seu pior momento na temporada em outra péssima atuação coletiva.
Sinal amarelo: Sixers, que perderam a 4ª em 5 jogos e estão fora da zona de classificação direta aos playoffs.
Sinal verde: Suns, que chegaram a 5 vitórias em sequência para se manteram à frente dos Warriors na conferência Oeste.

Todos os resultados

Washington Wizards 124 @ 117 New York Knicks
Minnesota Timberwolves 116 @ 128 Utah Jazz
Milwaukee Bucks
102 @ 95 Dallas Mavericks
Detroit Pistons 112 @ 115 Miami Heat
Houston Rockets 106 @ 118 Indiana Pacers
Oklahoma City Thunder 101 @ 113 Phoenix Suns
Atlanta Hawks
98 @ 96 Philadelphia 76ers
New Orleans Pelicans 110 @ 104 Orlando Magic
Memphis Grizzlies 104 @ 113 Golden State Warriors
San Antonio Spurs
138 @ 110 Los Angeles Lakers
Charlotte Hornets 115 @ 107 Denver Nuggets