Conteúdo

Juventus vence Lazio em jogo feio e encosta no G4 do campeonato italiano

20 de novembro de 2021

(por João Zarif)
 

A Lazio recebeu a Juventus de Turim na capital italiana, Roma, para tentar se aproximar do G4 da Serie A. Já a Juve fazia o famoso “jogo de 6 pontos”, pois com uma vitória igualaria a pontuação da Lazio, de 21 pontos. A equipe da cidade eterna tinha um desfalque de peso: Ciro Immobile, seu melhor jogador, estava fora por contusão na panturrilha. Antes da partida o jogador foi homenageado pela marca de 160 gols pela equipe, que o coloca como maior artilheiro da história do clube. O jogador agradeceu muito e estava visivelmente emocionado.

A partida começou e o time da casa, comandado pelo técnico italiano Maurizio Sarri, dominou as ações mas sentia a falta da sua referência ofensiva. O substituto, Pedro, não está no mesmo patamar do matador máximo da Lazio e tem características totalmente diferentes, tornando-se uma espécie de falso 9.

Nenhuma chance de perigo durante os primeiros 20 minutos, até que Morata dominou na área da Lazio, e Cataldi deu carrinho despretencioso, mas não acertou a bola, apenas o atacante do time visitante. O VAR chamou o árbitro, que marcou o pênalti claro para a “Velha Senhora”. O experiente zagueiro Bonucci foi para a bola e bateu alto, firme, no canto esquerdo de Pepe Reina, que acertou o lado mas nada pôde fazer: 1-0 Juventus no estádio Olímpico de Roma.

As equipes mantiveram o mesmo ritmo, e as chances não apareciam. Aos 40' a Juve teve boa chance com Morata. McKennie recebeu entre as linhas já no campo de ataque, abriu para Kulusevski na direita, ele dominou e deu para Cuadrado que fazia a ultrapassagem por fora. O lateral colombiano colocou na área, e Morata, “à la bebeto”, deu um voleio por cima do gol de Reina, sendo a última chance de mexer no placar da primeira etapa, onde a Lazio dominou a partida, mas não conseguiu transformar em chances de perigo.

O segundo tempo começou e os erros também vieram em maior quantidade. A Lazio continuava esbarrando na falta de referência ofensiva, e a Juventus tinha problemas para chegar com jogadores em grande número no ataque, concentrando todas suas jogadas em Federico Chiesa.

E foi ele, aos 80 minutos, o protagonista do lance decisivo do jogo. Reina saiu do gol e não achou nada, a bola ficou com Chiesa, que limpou o lance e tentou se ajeitar para bater sem goleiro, com alguns jogadores da Lazio na frente do gol, mas Reina voltou e deu um carrinho, que acertou o jogador da Juve, pênalti e amarelo para o goleiro da Lazio. Bonucci bateu da mesma forma, e Reina dessa vez caiu no canto direito: 2-0 Juventus e placar praticamente decidido.

Aos 87', a chance de matar a partida de vez. Kean dominou no meio e arrancou mano a mano com Acerbi, na entrada da área puxou para a direita e bateu forte rasteiro, obrigando Reina a fazer defesa difícil. O lance fechou a partida, já que a Juve estava satisfeita, e a Lazio conformada quando o árbitro encerrou o jogo aos 95 minutos.
 

Final: Lazio 0x2 Juventus