Conteúdo

Jogão, gol no finalzinho e Oleksiak decisivo; Stars levam a melhor em duelo ofensivo contra os Flames

14 de agosto de 2020

(por Layo Lucena)

A segunda partida da série entre Calgary Flames (36 vitórias e 34 derrotas) e Dallas Stars (37 vitórias e 32 derrotas) foi marcado por um intenso duelo ofensivo, repleto de contato físico e gols nos minutos finais.

A partida, como um todo, foi bem equilibrada, ofensivamente falando. Em resumo, o duelo foi uma disputa de ataque contra ataque. O detalhe que desequilibrou o embate foram as penalidades. Ambos os times souberam aproveitar esse quesito, quando necessário. Porém, Jamie Oleksiak, responsável pelo gol da vitória, foi o grande fator determinante para o resultado do jogo.

Resumo da partida

Não durou 30 segundos até acontecer a primeira confusão generalizada, que, felizmente, foi logo apartada pelos árbitros. Exatos 10 segundos depois, o primeiro gol. A equipe de  Calgary abre o placar com Dube. O camisa 29 se posicionou bem e deslocou o goleiro Bishop para marcar o primeiro gol do duelo. Dois minutos depois, após um alvoroço na frente do goleiro Talbot, Seguin empata para o Dallas Stars.

Antes de atingir a marca dos 10 minutos para o fim do período, Tkachuk, um dos destaques do elenco dos Flames na temporada regular, abandona o gelo e vai direto para o vestiário, aparentemente com uma lesão muscular. Minutos depois, Heiskanen sai na cara de Talbot e não desperdiça, 2 a 1 Stars, faltando oito minutos para o fim do primeiro tempo. Tkachuk retorna ao banco de reservas após uma rápida ausência.

No segundo período, a equipe de Dallas amplia com Heiskanen, novamente, acertando um disparo quase que impossível. O camisa quatro estava completamente sem ângulo e cercado por defensores, mesmo assim o puck achou o caminho do gol.  Cerca de 10 minutos depois, Forbot acerta um longo disparo, no limite da zona ofensiva, e diminui para os Flames, deixando a diferença para apenas um gol. Ajudado por um power play, Perry, já no final do quarto, na segunda tentativa, aproveita o rebote de Talbot para marcar o quarto gol dos Stars.

Já na última etapa, depois de um gol anulado pela arbitragem, Tkachuk deixa o gelo e parte direto para o vestiário, mais uma vez. Faltando sete minutos para o fim, mesmo com um a menos, Rieder (Flames) rouba o puck do defensor, parte sozinho e tira Bishop da jogada para trazer a diferença novamente para um gol, incendiando a reta final de partida. Faltando dois minutos para o fim, em mais um power play, a equipe de Calgary chega ao empate com Bennett. Com menos de 40 segundos no relógio, com o desespero já tomando conta,  Oleksiak, após passe majestoso de Perry, define a vitória dos Stars, igualando a série.


Fim de jogo: Calgary Flames 4 x 5 Dallas Stars (CGY 1 x 1 DAL)


Destaques

Miro Heiskanen (Stars): dois gols

Corey Perry (Stars): um gol e uma assistência

Jamie Oleksiak (Stars): um gol