Conteúdo

Ja Morant é espetacular! Armador coloca Memphis nas costas e bate os Warriors empatando a série

4 de maio de 2022

(por Jefferson Castanheira)

Ja Morant era visto como um jogador que teria um futuro incerto quando foi draftado. O atleta que menos brilhava no meio das estrelas de Duke, Zion Williamson e RJ Barrett, e era visto como alguém que não teria um teto tão alto, que seria mais um “role player”.

Um ano após o Draft, Ja Morant ganhava seu Rookie of the Year. E agora, de maneira até estranha, venceu o “Most Improved Player”, jogador que mais se desenvolveu, numa sequência que ainda não havia acontecido.

Ja Morant começou sendo visto como um cometa. Podia passar rápido sua fase bonita de se ver. Mas, com o tempo, Ja foi se mostrando um corpo celestial ainda não identificado. O teto do jogador está cada vez mais alto, e, o que já é o gigante do presente e a cara do futuro, agora transita entre os dois espaços de tempo. Não sabemos se ele é o presente e não dá pra saber o quanto ele pode evoluir. E chamá-lo de futuro também é incerto, pois pode esconder a grandeza do jogador no tempo presente.

E dessa vez, o adversário perturbado foi o Golden State Warriors, neste jogo 2 de semifinais do Oeste da NBA. 47 pontos anotados por Ja Morant, que demonstrou um poder de decisão surreal, capaz de desativar a (boa) defesa dos Warriors. Diversas vezes Morant partiu em explosão, atacando por onde e quando quisesse. A imprevisibilidade que é marcar Morant é cruel para os defensores. A velocidade, explosão e sinergia com sua equipe transformaram a partida em uma vitória "fácil".

"Fácil" com todas as aspas. Os derrotados eram nada menos que Stephen Curry, que anotou 27 pontos, enquanto teve ajuda de Jordan Poole, com 20. A partida foi imensamente acirrada e com inúmeras trocas de liderança, mas no detalhe de que Ja Morant estava em noite surreal, parecia que nada no mundo no poderia parar os Grizzlies e seu astro maior.

Festa num ginásio que depois da chegada de Ja Morant, vem se acostumando cada vez mais a jogos decisivos e grandes espetáculos.

Final: Memphis Grizzilies 106 x 101 Golden State Warriors  - Série empatada em 1 x 1