Conteúdo

Inter de Milão é decisivo e despacha o Milan na semifinal da Copa da Itália com dois de Lautaro Martínez

19 de abril de 2022

(por João Zarif)

O segundo jogo das semifinais da Copa da Italia tinha grande importância, já que Inter e Milan empataram em 0x0 na primeira partida. O grande dérbi de Milão, conhecido como “derby della madoninna”, se antecipava mais um jogo disputadíssimo, onde qualquer detalhe seria decisivo. 

Nesse “jogo de xadrez” a Inter de Milão saiu na frente. Logo aos 4 minutos, boa troca de passes que chegou até Darmian na direita. Ele cruza para o meio e viu Lautaro Martínez acertar lindo voleio para abrir o placar. 1-0 com um golaço do atacante argentino para o lado azul de Milão.

Aos 27, Darmian perdeu bola no meio, a bola chegou até Rafael Leão na entrada da área, ele puxou pro fundo e bateu de esquerda obrigando Handanovic a coloxar para escanteio do jeito que deu. O Milan cresceu e aos 29 a bola sobrou pra Saelemaekers que de fora bateu forte, de primeira, e viu Handanovic fazer ótima defesa para manter a vantagem interista.

O jogo eswuentou e aos 38 quase o empate. Bola troca de passes do Milan, Theo Hernandez foi definir, mas a zaga tocou pro meio, Kessie ia colocar nas redes mas Perisic tirou em cima da linha, com reclamações de pênalti por toque no braço, que foram ignoradas. Na sequência Leão recebeu na área puxou mais uma vez pro fundo e vateu em cima de Handanovic que defendu com o joelho.

A partida estava pegando foto e aos 40 Correa recebeu na esquerda, puxou pro meio e achou lindo passe nas costas da defesa do Milan, que pediu impedimento, para achar Lautaro sozinho, que esperou a saída do goleiro Maignan para dar um tapa encobrindo o arqueiro, fazendo o segundo dele e da Inter: 2-0 e situação complicadíssima para os rossoneros, que foram para o intervalo precisando de dois gols para levar a partida ao tempo extra.

Na volta para a segunda etapa, Kessie teve chance de cabeça aos 3 minutos, mas viu boa defesa de Handanovic. Aos 7 Lautaro recebeu e foi pra cima de Kalulu, entrou na área, puxou pra direita e bateu rasteiro, obrigando Maignan a colocar para escanteio. O jogo era pegado, mas tinha menos chances que a primeira etapa.

Aos 20, escanteio para o Milan, a bola sobrou na boca da área, e Bennacer pegou um foguete rasteiro, sem chances pra Handanovic que tinha visão encoberta. O Var chamou o juiz para verificar se Kalulu, em posição irregular, prejudicou a ação do goleiro encobrindo a trajetória da bola, e o árbitro marcou a irregularidade, anulando o gol, para manter o 2-0 para a Inter, mandante do dia.

Aos 36 a Inter matou o confronto. Vidal dominou na direita, viu Brozovic se infiltrar nas costas da defesa e fez o passe, ele cruzou por baixo, da linha de fundo, e viu Gosens aparecer no segundo pau para completar: 3-0 para os Nerazzurri! A torcida cantava nas arquibancadas e aguardava o apito final para comemorar e aguardar o vencedor do confronto entre Juventus x Fiorentina, que definirá o outro finalista da Copa da Itália. Ainda deu tempo para ver Kessie e Theo Hernandez chutarem com perigo de fora da área, vendo a bola assustar Handanovic, em lances quase idênticos, mas não a torcida da Internazionale, que já festejava a vaga na final.

Final: Inter de Milão 3x0 Milan