Conteúdo

Honda ajuda na aerodinâmica da Red Bull

5 de abril de 2021

(por Bruno Braz)
 

De saída da Fórmula 1, parece que a Honda radicalizou no conceito do novo motor. Segundo Toyoharu Tanabe, diretor técnico da montadora, o motor de 2021 é mais compacto e tem uma montagem diferente no carro, permitindo mais liberdade para o pessoal de aerodinâmica.

“Nós revisamos cada parte e o tipo de conceito da nossa unidade de potência anterior, e desenvolvemos a unidade desse ano como nova. É claro que desejamos melhorar nossa unidade no motor de combustão interna e no sistema de recuperação de energia, mas o novo design também deixou um pouco mais compacto em relação à unidade anterior. Acho que contribuiu para o pacote do carro e em performance também”, declarou Tanabe ao site da revista inglesa Autosport.

As mudanças, segundo Tanabe, incluem um rebaixamento do eixo de comando, além da altura de motor, deram mais liberdade para Adrian Newey trabalhar em pontos importantes, como aumento de espaço para entrada de ar do carro, contribuindo com a aerodinâmica.

Tanabi não soube dar números exatos com relação aos ganhos, mas disse que recebeu um "muito obrigado" de Adrian Newey.

Com 5 vitórias desde seu retorno à F1, a montadora quer aumentar substancialmente esse número e sair por cima da F1.