Conteúdo

Homenagem em Denver, Brady bate recorde, prorrogações em Tampa e Cincinnati e passeio dos Chargers

12 de dezembro de 2021

(por Raquel Amaral)
 

Que rodada! Duas prorrogações, um massacre e muita emoção na homenagem a Demaryus Thomas, cujo falecimento entristeceu a todos.

Confira.
 

Detroit Lions 10 x 38 Denver Broncos

A partida começou com uma linda homenagem ao WR Demaryus Thomas, que faleceu esta semana. Os Broncos entraram em campo com 10 jogadores, sem ninguém na posição. A arbitragem anotou delay of game e os Lions declinaram a falta. Momento de comoção, não somente para Denver, mas para todos que amam a NFL.

Com o jogo em andamento, os Broncos começaram bem, abrindo 14 pontos no placar, com dois touchdowns ainda no 1º quarto, com Javonte Wiliams e Melvin Gordon.

Mas, os Lions, no 2º período, ameaçaram uma reação com um touchdown e um field goal. Mas os Broncos anotaram um field goal, encerrando a primeira metade de jogo com uma posse de diferença (10 x 17).

Até havia alguma esperança de que a segunda etapa seria disputada, mas os Broncos não deram chances com touchdowns de Javonte Willians, Melvin Gordon e Albert Okwuegbunam.

Já os Lions sequer conseguiram anotar pontos, fechando a partida com vitória dos Broncos.

 

Buffalo Bills 27 x 33 Tampa Bay Buccaneers

Tom Brady, mais uma vez, mostrou que está disposto a seguir fazendo história na NFL. Na partida contra os Bills, ele bateu a marca de 7.143 passes completos, quebrando um recorde que pertencia a Drew Brees.

No 1º quarto, os Bucs saíram na frente com touchdown de Leonard Fournette, em uma corrida de 47 jardas.

O predomínio do time da casa seguiu no 2º quarto, com um field goal, e dois touchdowns, um de Mike Evans e outro de Tom Brady. Já os Bills, somente conseguiram um field goal.

Assim a partida foi ao intervalo com os Bills que pareciam apáticos. Mas, eis que veio a reação. Josh Allen também marcou seu touchdown no 3º quarto.

Na etapa final, os Bucs chegaram a marcar um field goal, mas a partir daí os Bills se agigantaram e conseguiram três touchdowns, de Dawson Knox, Gabriel Davis e Tyler Bass.

Com 27 a 27,  a partida foi para a prorrogação.

Mas, no overtime, foi a hora de Brady mostrar sua autoridade e, com calma e precisão, lançou para Perriman, que engatou o turbo e marcou o TD da vitória.

Um jogo emocionante que teve os dois QBs monstruosos. Josh Allen acertou 36/54 passes, conseguindo 308 jardas e touchdowns. Já Brady, anotou 31/46 passes, 363 jardas e 1 touchdown.

 

San Francisco 49ers 26 x 23 Cincinnati Bengals

A partida começou equilibrada, com um field goal para cada lado.

Mas o 2º quarto foi o momento de brilho de Deebo Samuel e George Kittle, marcando touchdowns. Já os Bengals se limitaram a um field goal.

A partida foi ao intervalo com vantagem dos 49ers por 17-6.

No 3º período, os 49ers ampliaram a diferença para 20-6, com um field goal, e pareciam caminhar tranquilos para uma vitória na etapa final.

Porém, Joe Burrow e Jamar Chase foram gigantes e conectaram para dois touchdowns, empatando a partida em 20 x 20.

Os 49ers tiveram a chance de vencer a partida, mas não conseguiram chegar a endzone. Restava uma esperança de vencer om um field goal, mas o kicker Gould errou o chute, levando o jogo para a prorrogação.

No tempo extra, os Bengals saíram na frente com field goal, mas os 49ers conseguiram a vitória em um touchdown de Brandon Aiyuk, fechando a partida em 26 x 23.

Nas estatísticas, Garoppolo teve números bons (27/41 passes, 296 jardas e dois passes para touchdown), mas Joe Burrow foi grande, seu índice de acerto de passes foi 25/34, chegando ainda a 348 jardas e dois touchdowns.

 

New York Giants 21 x 37 Los Angeles Chargers

Os Giants chegam a mais um jogo sem seu QB titular, Daniel Jones, que sofre por incertezas quanto à sua carreira devido a uma fratura no pescoço. Com isso, a equipe de Nova York entrou com Mike Glennon para enfrentar os Chargers e Justin Herbert.

O jogo até começou equilibrado, com um touchdown de cada lado no 1º quarto. Mas, o equilíbrio acabou logo, e os Chargers passearam em campo o resto do tempo.

No 2º e 3º quartos, foram dois touchdowns, Joshua Palmer e Jalen Guyton. Além disso, a equipe ainda anotou mais três field goals. Com isso, a partida foi para o último quarto com cara de massacre: 30 a 7.

Mas, a equipe de Justin Herbert queria mais e, no início do 4º período, chegou ao touchdown, novamente com Jared Cook.

Os Giants ainda mostraram raça e conseguiram dois touchdowns com Saquon Barkley e Mike Glennon, mas não havia como reverter uma diferença tão grande, finalizando o placar da partida em 37 a 21 para a equipe de Los Angeles.