Conteúdo

Henry Cejudo reclama por não ter sido escalado contra Alexander Volkanovski; Dana White explica

15 de janeiro de 2022

(por Rafael Lima)
 

Henry Cejudo se colocou à disposição para substituir Max Holloway na disputa pelo cinturão peso-pena diante de Alexander Volkanovski, porém, o UFC acabou colocando Chan Sung Jung, o Zumbi Coreano, na vaga. 

Após a escolha do Ultimate, Cejudo demonstrou toda a sua frustração em seu podcast ‘The Triple-C and the Schmo Show’. "Eu seria o primeiro lutador na história do UFC a se tornar campeão de três divisões, que sei que é muito factível. (...) Tenho as credenciais. Eu mereço. Não é como o GSP, que vou vencer e dar o pé. É diferente porque quero entrar lá, defender todos meus cinturões e ver até onde posso levar meu corpo. Dana White e o UFC, eles não confiam nos seus lutadores. Eles não têm fé no Alexander Volkanovski, porque se tivessem eles me permitiriam tentar derrubá-lo. Só que eles estão com medo. Dana White está com medo. (...) É um monopólio, cara. Eles controlam o negócio, e ao mesmo tempo, se é assim, é assim. Não há nada a se fazer a não ser que os lutadores se juntem, façam algum tipo de parceria na qual tenhamos um pouco mais de voz", disse Cejudo.

Por outro lado, Dana White explicou os motivos de escolher o Zumbi Coreano para a disputa do cinturão peso-pena. "O Zumbi Coreano tem estado aqui, lutando. Esse cara (Cejudo) está aposentado. Ele está parado há quantos anos já? E ele quer vir e enfrentar Alexander Volkanovski? Você tem caras como o Zumbi, Josh Emmett, Giga (Chikadze) - que vai lutar neste fim de semana - entrando lá e lutando três vezes por ano e trabalhando para subir. Para Cejudo se aposentar e achar que pode pular em qualquer divisão de peso e enfrentar o campeão? Não é assim que funciona", declarou Dana White.