Conteúdo

Helmut Marko debocha da reclamação de Hamilton em briga com Alonso

5 de agosto de 2021

(por Bruno Braz)
 

Ainda vivendo a primeira semana depois o grande GP da Hungria, estamos buscando uma declaração aqui e outra ali, compilando e dividindo com vocês, fãs da F1. A de hoje é de Helmut Marko.

Antes de chegarmos no que ele declarou, vamos relembrar o ponto chave do GP, em que Hamilton entrou no rádio e reclamou, para variar, que a briga com Alonso, naquela velocidade e naquelas curvas, estava muito arriscada.

Quem assistiu pela Band, acompanhou Mariana Becker entrando e falando da reação do paddock, em gargalhadas, em lembrança ao que tinha acontecido justamente no GP anterior, na briga com Verstappen, em uma sequência de curvas ainda piores que as da Hungria . Enfim, vamos ao que disse Marko.

"Você pode apenas balançar a cabeça após ouvir o rádio do Hamilton, durante a batalha dele com Alonso, reclamando que era muito arriscado o que Alonso estava fazendo nas curvas de alta velocidade. Mas o que ele acha das próprias ações, na curva Copse de Silverstone – uma das mais velozes da F1?”, afirmou o consultor da Red Bull.

Comentando sobre seus sentimentos pós GP da Hungria, Marko foi sincero."É um mistura de frustração, perplexidade, raiva e um pouco de desespero. As duas últimas corridas foram de grande dano para nós. Éramos líderes de maneira até confortável. Agora, além de estarmos atrás no mundial, temos um chassi destruído, um motor e, talvez, um segundo motor destruído. Cedo ou tarde, pagaremos punição no grid de largada por isso. E não podemos fazer nada para que Mercedes, que é quem nos causou isso, seja diretamente beneficiada pelos desdobramentos”. Finalizou com certa indignação.