Conteúdo

Hamilton diz que colocou em dúvida seu futuro na Fórmula 1, mas agora sente-se motivado: “Eu me sinto no meu auge. Então, por que deveria sair?”

6 de março de 2022

(por Rafael Lima)

Após o fim da temporada 2021 da Fórmula 1, muito se falou da possível aposentadoria de Lewis Hamilton. O heptacampeão sumiu dos holofotes e das redes sociais e viu os rumores sobre seu futuro inundarem os noticiários da mídia especializada.

Agora, confirmado para a temporada 2022 pela Mercedes, o piloto falou sobre seu período mais recluso e o pensamento sobre o futuro na profissão. “Naturalmente, acho que quando se tem a minha idade, no final de qualquer temporada, você obviamente está pensando sobre seu futuro. Você pensa em quais são os próximos passos, quais são os passos corretos e o que te trará felicidade. Então sempre avalio minhas opções”, disse Lewis. “Mas eu firmei um compromisso com meu time no começo da temporada e, no fim das contas, adoro o que faço. Adoro ser parte dessa equipe. Adoro trabalhar com eles e, como já disse várias vezes, trabalhamos para um objetivo em comum”, seguiu.

Além disso, Hamilton revelou ter vivido uma de suas melhores férias e contou estar muito motivado para a sequência da carreira. “Eu me sinto no meu auge. Então, por que deveria sair? Tem muitas maneiras de você reencontrar o foco e se estabilizar, e eu diria que este [inverno] foi um dos melhores que eu já experienciei. Me sinto mais revigorado do que nunca”, afirmou o piloto. “Foi mais sobre estar presente, viver o momento e criar memórias. Sei que algumas vezes na vida estamos tão focados e presos em algumas coisas como o trabalho e que esquecemos de fazer essas coisas. Foi um bom tempo apenas descansando e relembrando. Foi o melhor período que já tive com a minha família”, concluiu o britânico.