Conteúdo

Hamilton confirma investimento na compra do Chelsea; Verstappen brinca: “achava que ele era Arsenal”

22 de abril de 2022

(por Mattheus Prudente)

A notícia de Lewis Hamilton entrando em uma oferta para a compra do Chelsea junto de Serena Williams foi um pouco chocante para alguns, muito por conta do histórico do sete vezes campeão do mundo com o Arsenal, equipe que ele torce desde pequeno. Hamilton, no entanto, confirmou a oferta, e foi alvo de brincadeiras de Max Verstappen. 

Hamilton disse que fazer parte do Chelsea é um “sonho” para ele, e explicou toda a sua relação com a equipe londrina quando era criança. 

“Eu sou um fã de futebol desde que era pequeno. Eu joguei no time da escola durante boa parte da minha infância e eu já estive em vários jogos. Quando eu era criança, eu queria participar, e todos torciam para times diferentes. Eu lembro de sempre trocar de times e a minha irmã me socando e dizendo que eu precisava torcer para o Arsenal, então eu torci para o Arsenal. 

Mas meu tio Terry sempre foi um torcedor do Chelsea, e eu fui a muitos jogos com ele assistir Arsenal e Chelsea jogarem. Eu queria ser um jogador de futebol, e eu fiz tryout em algumas equipes, mas acabei na corrida. Eu sempre sonhei em participar de uma equipe de futebol, e, para mim, essa é a parte mais empolgante.” Disse Hamilton. 

Seu histórico de torcedor do Arsenal rendeu muitos memes na internet, mas a principal brincadeira veio por parte do seu rival de título no ano passado, Max Verstappen, que disse que era “interessante” um torcedor do Arsenal comprar o Chelsea, afirmando que “nunca faria isso”. 

“Eu sou um torcedor do PSV e eu nunca compraria o Ajax, e se eu fosse comprar um clube de futebol eu queria ser o dono e tomar as decisões eu mesmo. Eu achava que ele era um torcedor do Arsenal? E se você é um torcedor do Arsenal e vai comprar o Chelsea, isso é muito interessante! Mas todo mundo faz o que quiser com seu dinheiro, então veremos o que sai disso.” Disse Verstappen. 

Hamilton entrou na disputa pela compra do Chelsea, que está a venda depois de Roman Abramovich sofrer algumas sanções por conta da guerra entre Ucrânia e Rússia, junto com a oferta de SIr Martin Broughton. O piloto disse que comunicou Serena Williams de que ele estaria entrando na oferta, e ela também “ficou feliz em participar”. 

Ainda não se sabe quando uma decisão será tomada sobre o novo dono do Chelsea.