Conteúdo

Grizzlies imparáveis superam os Warriors, Bulls aplicam mais um massacre e jogos apertados; confira tudo sobre a terça da NBA (11a

12 de janeiro de 2022

(por Rafael Lima)
 

Seis jogos abrilhantaram a noite de terça-feira da NBA. O Memphis Grizzlies recebeu o Golden State Warriors e conquistou sua décima vitória consecutiva na temporada, sendo o grande destaque da rodada. Porém, tivemos vitória acachapante dos Bulls e jogos decididos no final. Confira tudo o que aconteceu.
 

Massacre dos Bulls e demonstração de força dos Grizzlies

O Chicago Bulls apostou na força do coletivo para passar por cima do Detroit Pistons sem dó. Nada menos do oito jogadores atingiram dígitos duplos de pontuação. Os visitantes começaram melhores e lideraram todo o primeiro quarto, com o pivô Isaiah Stewart sendo dominante no garrafão. Porém, a partir do segundo período, a defesa dos Bulls começou a encaixar e o ataque foi irresistível. O líder do leste foi dominante em todos os aspectos do jogo e passou a abrir vantagem, que chegou a incríveis 47 pontos. Os maiores destaques foram Nikola Vucevic (22pts e 8reb) e DeMar DeRozan (20pts e 12reb).

No resultado mais impressionante da noite, o Memphis Grizzlies recebeu o time que tinha a melhor campanha da temporada, o temido Golden State Warriors. Apesar disso, Memphis soube controlar a partida com uma defesa forte que dificultou o trabalho de perímetro dos Splash Brothers, que anotaram apenas duas cestas de 3 cada. Mesmo assim, Stephen Curry conseguiu trabalhar bem nas infiltrações e tentou de tudo para dar a vitória aos Warriors, o brinquedo assassino anotou mais um triplo-duplo na carreira, com 27 pontos, 10 rebotes e 10 assistências. Só que todo o esforço do favorito a MVP da temporada não foi suficiente para superar o coletivo dos Grizzlies, que contaram com ótima presença dos ‘bancários’ Brandon Clarke e Tyus Jones, além da atuação espetacular de Ja Morant, cestinha da partida com 29 pontos, contribuindo ainda com oito assistências e cinco rebotes. Essa foi a décima vitória consecutiva do time de Taylor Jenkins, que não dá indícios de perder tão cedo.
 

Partidas apertadas e emocionantes

O Phoenix Suns teve muita dificuldade para vencer o Toronto Raptors fora de casa. Após sofrer no primeiro tempo, o time do Arizona realizou ajustes defensivos contra as infiltrações dos Raptors, controlaram melhor o inspirado Pascal Siakam e apostaram na transição para tirar a desvantagem e levar o jogo equilibrado até o final. Toronto vencia na reta final até Devin Booker anotar um jump shot e retomar a liderança no último minuto. O time contou com um erro de Siakam para trocar lances livres e garantir o triunfo. Todos os titulares dos Suns anotaram mais de 12 pontos, mas o cestinha da partida foi OG Anunoby, dos Raptors, com 25 pontos. Com a vitória combinada à derrota do Golden State, Phoenix passou a ostentar a melhor campanha de toda a liga (31-9).

O Washington Wizards começou o duelo diante do Oklahoma City Thunder conforme o esperado abrindo 10 pontos rapidamente. Porém, o time da capital não contava com a partidaça de Shai Gilgeous-Alexander, que fez a equipe dos Wizards sofrer. O armador do OKC estava imparável, mantendo o Thunder na frente por grande parte do tempo. Apesar disso, Washington acertou a marcação sobre o craque no quarto período e contou com a inspiração de Kyle Kuzma para virar o duelo. Gilgeous-Alexander, cestinha do confronto (32pts) chegou a empatar no último minuto, mas os Wizards logo colocaram três pontos de frente com Caldwell-Pope e controlaram as ações até o fim. Kuzma foi o destaque de Washington com 29 pontos.

New Orleans Pelicans e Minnesota Timberwolves fizeram um primeiro tempo equilibrado. Porém, as coisas mudaram na segunda metade, com os Pelicans deslanchando para abrirem até 13 pontos de vantagem. No quarto período a coisa mudou, com os visitantes demonstrando grande resiliência e um show de Anthony Edwards, que anotou 20 pontos somente no período final. Apesar de todo o esforço do ala-armador, o coletivo de New Orleans e o bom trabalho de Brandon Ingram foram essenciais para manter os anfitriões no jogo. Faltando três segundos, D’Angelo Russell empatou o confronto, que parecia ir para a prorrogação, porém, no último segundo, Ingram acertou uma bola de três pontos vencedora para garantir o triunfo dos Pelicans. Ingram foi o cestinha da partida com 33 pontos, contribuindo também com 9 assistências. Do outro lado, Edwards marcou 28 tentos, enquanto Karl-Anthony Towns fez 26.

Na grande partida da rodada, o Denver Nuggets dominou completamente o jogo, tomando conta das ações com um garrafão forte, fazendo os Clippers sofrerem na transição pela defesa intensa. Nesta toada, Denver chegou a abrir 25 pontos no terceiro quarto, mas no período derradeiro a magia californiana aconteceu. Os Clippers se aproveitaram de um apagão do adversário, para diminuir a diferença e chegar junto no placar. Eric Bledsoe, Terrence Mann, Amir Coffey, Nicolas Batum e, principalmente, Reggie Jackson,  castigaram do perímetro para tomar a liderança, enquanto Aaron Gordon tentava recolocar os Nuggets na disputa, porém, o momento era todo dos Clippers, que conseguiram uma virada histórica. Foram 10 cestas de 3 de LA contra quatro de Denver no confronto. O cestinha dos vencedores foi Coffey, com 18 pontos, enquanto o maior pontuador da peleja foi Gordon, dos Nuggets, com 30 tentos.
 

Destaques da terça-feira

Cestinha: Brandon Ingram (33pts).

Melhor jogador: Ja Morant (29pts, 5reb e 8ast).

Jogada decisiva: Cesta de três de Brandon Ingram no último segundo.

Melhor atuação coletiva: Chicago Bulls.

Melhor jogo: Los Angeles Clippers x Denver Nuggets.

Pegou o elevador: Phoenix Suns, pois 'subiu ao andar mais alto do prédio’.

Sinal amarelo: Denver Nuggets, pois perder da forma como perdeu abala as estruturas.

Sinal verde: Memphis Grizzlies, que venceu o então melhor time da liga e chegou ao 10º triunfo seguido.

Sinal vermelho: Oklahoma City Thunder, que tem desperdiçado o talento de Shai Gilgeous-Alexander.

Menções honrosas: 

Jogador - Stephen Curry, que conseguiu um triplo-duplo apesar da derrota dos Warriors.

Time - Chicago Bulls, que conquistou a nona vitória em 10 jogos.
 

Veja todos os resultados da rodada

Oklahoma City Thunder 118-122 Washington Wizards

Phoenix Suns 99-95 Toronto Raptors

Detroit Pistons 87-133 Chicago Bulls

Golden State Warriors 108-116 Memphis Grizzlies

Minnesota Timberwolves 125-128 New Orleans Pelicans

Denver Nuggets 85-87 Los Angeles Clippers.