Conteúdo

Gol nos acréscimos! Lukaku marca duas vezes, mas Wolverhampton arranca empate em cima do Chelsea

7 de maio de 2022

(por Layo Lucena)

No Stamford Bridge, e na presença de Todd Boehly, novo dono da equipe, o Chelsea recebeu o Wolverhampton. Romelu Lukaku voltou ao time titular e, com isso, voltou a marcar. Porém, mesmo com o desempenho do belga, os ‘Wolves’ conseguiram marcar já nos acréscimos, conquistando um empate improvável.

O Chelsea foi melhor em quase toda a partida, com mais posse e criatividade no campo ofensivo. Porém, com o objetivo claro de defender, os ‘Wolves’ apostaram em rápidos contra-ataques, sempre levando muito perigo ao gol de Mendy, principalmente no segundo tempo.

Lukaku, que não era titular dos ‘Blues’ há algum tempo, voltou a marcar após um longo jejum. O camisa nove marcou duas vezes em menos de dois minutos. Do outro lado, Trincão, que entrou no segundo tempo, foi destaque. Logo após substituir Rúben Neves, o português acertou uma finalização perfeita no canto de Mendy. Depois disso, só deu ‘Wolves’.

Em busca do empate, o Wolverhampton saiu da defesa e focou no ataque. Com isso, os visitantes protagonizaram um verdadeiro “bombardeio” ao gol de Mendy, o que acabou resultando em um gol no último lance da partida, literalmente.

Domínio do Chelsea, mas nada de gols

A primeira oportunidade de gol na partida foi do Chelsea. Werner, aos oito minutos, já na grande área, finalizou, mas José Sá se esticou e fez a defesa.

O Chelsea chegou a marcar aos 37', mas o VAR apontou um impedimento. Loftus-Cheek balançou as redes, mas antes disso Lukaku acabou tocando na bola, o que deixou o camisa 12 em posição irregular.

Já próximo aos acréscimos, Pedro Neto puxou o contra-ataque e, após Mendy dar rebote na finalização do camisa 7, Dendoncker, com o gol aberto, isolou. Logo na sequência, Lukaku quase marcou; José Sá fez a intervenção.

Dois gols em dois minutos, e empate heróico

Logo no início do segundo tempo, com apenas 30 segundos, José Sá fez um "milagre" após chute de Werner; o goleiro salvou com as pontas dos dedos. Na sequência, aos 47', Reece James tentou surpreender todo mundo após experimentar, de longe, em uma cobrança de falta. O camisa 22 quase marcou, pegando o Wolverhampton de surpresa.

Após mais uma conferência no VAR, o árbitro, aos 53', marcou um pênalti a favor do Chelsea. Lukaku, quem sofreu o pênalti, assumiu a responsabilidade da cobrança e marcou. Um a zero Chelsea; primeiro gol da nova era da equipe inglesa. Pouco tempo depois, aos 57', Lukaku, após saída errada do Wolverhampton, marcou o seu segundo gol na partida. Dois a zero Chelsea

Mendy, aos 73', fez uma grande defesa após o Chelsea errar na saída de bola. Hwang Hee-Chan, cara a cara com o goleiro, perdeu a chance. Logo após entrar em campo, Trincão diminuiu para os Wolves. Aos 78', o camisa 11 experimentou de fora da área e acertou um lindo chute. Dois a um.

No minuto final da partida, após cruzamento de Chiquinho, aos 96', Coady, de cabeça, entre dois defensores do Chelsea, empatou o jogo. Logo depois o árbitro encerrou o duelo.

Fim de jogo: Chelsea 2 x 2 Wolverhampton

Com o resultado, o Wolverhampton continua com na oitava posição da Premier League. Na próxima rodada os ‘Wolves’ enfrentarão o Manchester City, em casa, no dia 11. Já o Chelsea, que se mantém na terceira colocação, vai visitar o Leeds United no dia 11, também.