Conteúdo

Frank de Boer é demitido pelo Atlanta United e técnico brasileiro aparece em lista de substitutos

27 de julho de 2020

(por João Zarif)
 

 

O Atlanta United anunciou que demitiu o técnico Frank de Boer, que estava pouco mais de um ano e meio no comando do clube. A decisão ocorre logo após a exibição péssima da equipe no torneio “MLS é Back”, onde a equipe terminou sem pontos e sem gols em três jogos do grupo.

 

“Em nome do Atlanta United, gostaria de agradecer a Frank por sua liderança e compromisso com o clube", disse o presidente do Atlanta United, Darren Eales. “Sob a orientação de Frank, o clube teve uma forte temporada de 2019 na MLS e nas competições internacionais.  Depois de discutir com Frank, a decisão foi tomada mutuamente para se separar.  Ao ganhar dois troféus em sua primeira temporada no comando, ele sempre fará parte da história do clube e, com grande apreço e respeito, desejamos a ele tudo de bom no futuro.” Concluiu Eales.

 

Apesar de ganhar dois troféus em 2019 com o Atlanta, a identidade da equipe ficou comprometida sob a liderança e orientação do holandês. Jogadores como Pity Martinez, Leandro Gonzalez Pirez, Josef Martinez e Ezequiel Barco criticaram publicamente o estilo de jogo de De Boer, apenas alguns meses após assumir o time. O sucesso de vencer a US Open Cup e a Campeones Cup no final de seu primeiro ano no comando ajudou a acalmar a insatisfação.

 

Porém, 2020 começou da pior maneira possível para o clube, com Josef Martinez sofrendo uma lesão de longo prazo. Esse golpe, e um elenco modificado, deixaram De Boer com dificuldade em fazer a equipe criar chances de gol. Sua passagem na MLS será lembrada por sua falta de inspiração e sua incapacidade de adaptação. De Boer foi contratado pelo Atlanta United em 23 de dezembro de 2018.

 

Com a saída do técnico, nomes diversos são especulados na equipe, entre eles estão Renato Gaúcho, Javier Aguirre e Patrick Vieira. A equipe têm tradição em contratar nomes fortes do futebol, e isso é esperado mais uma vez.