Conteúdo

Font comprova que é um dos melhores pesos-galo do mundo, Esparza consegue vitória sensacional e mais; Saiba tudo o que aconteceu no UFC neste sábado (22)

23 de maio de 2021

(por Victor Cutrale)
 

Evento morno com mais ação no card preliminar em relação ao principal e a coroação de Rob Font como um dos contenders da categoria peso-galo, além da coroação de Carla Esparza como uma das principais desafiantes no peso-palha feminino. Confira tudo o que aconteceu em mais um UFC Fight Night.
 

Card Principal
 

Rob Font vence Cody Garbrandt por decisão unânime

A luta principal do evento e com potencial para revelar o novo desafiante do cinturão da categoria dos pesos-galo do UFC foi uma verdadeira guerra!

O primeiro round começou de maneira bastante movimentada, com ambos lutadores se estudando e disparando golpes tímidos, sem muita eficácia.

Após um minuto de combate, começam a soltar o jogo, aplicando as primeiras combinações. Com Font fazendo mais pressão e dominando o centro do octógono, Cody foi obrigado a investir em algumas quedas para segurar o ímpeto do rival.

Font passa a caçar Cody, pressionando e aplicando alguns combos no lutador.

Segundo round começa de maneira parecida, com Font pressionando e Cody recorrendo ao jogo de luta agarrada para conter o adversário. Cody consegue a queda, mas Font consegue encaixar uma Kimura, de maneira que o rival é obrigado a desistir da posição e a luta volta em pé.

Font passa a pressionar mais uma vez, caçando Cody no octógono, acertando e controlando a distância com seus jabs.

Terceiro round, Font volta a pressionar Cody e mantem o lutador na distância de seu jab, entrando com alguns poderosos diretos de esquerda. Em vários momentos parece que o queixo de Garbrandt não vai aguentar tanta punição.

Com mais volume e obrigando Cody a andar para trás constantemente, Font vence o terceiro round com facilidade.

O quarto round é praticamente uma reprise do terceiro, com ambos lutadores em menor ritmo, mas com Font pressionando Cody constantemente.

No quinto round, Font consegue aplicar mais golpes e Cody parece que vai ser nocauteado em pé, mas aguenta até o fim da luta, mas sem oferecer nenhuma resistência extra.
 

Carla Esparza vence Yan Xiaonan por nocaute técnico

A corrida pelo ouro da categoria do peso-palha feminino ganhou uma nova desafiante!

E menos de 20 segundos de luta, Carla Esparza consegue queda a oponente e é praticamente essa a história do primeiro round. Por cima, trabalhando as posições e golpeando a chinesa, Esparza foi pontuando e consumindo todo a energia da rival, que não encontrava resposta para conseguir sair de baixo da oponente.

O round foi uma dominação completa de Esparza, que conseguiu abrir um corte na cabeça de Yan, derramando mais sangue sobre o octógono já manchado.

Segundo round, a chinesa tenta impor seu jogo, com chutes fortes ameaçando a rival. Mas, Esparza não se intimidou e conseguiu aplicar outra queda na chinesa, travando a oponente no chão.

De maneira sistemática foi aplicando golpe e progredindo nas posições, passando da meia guarda para a posição de 100 quilos e depois encaixando um crucifixo. A partir dessa posição começou a punir Yan com socos e cotoveladas, obrigando o juiz a interromper o combate.
 

Jared Vanderaa vence Justin Tafa por decisão unânime

Geralmente lutas de pesos-pesados são explosivas e com finais marcados por nocautes. Não foi o que aconteceu.

A luta começou de maneira empolgante, com ambos ensaiando trocar golpes, até que os lutadores parecem ter entrado em um acordo de lutar em câmera lenta e de maneira desleixada.

Mesmo com ambos atuando em velocidade cadenciada, Jared foi capitalizando os melhores momentos e conectando bons golpes.

No segundo round, após uma breve trocação mais intensa, mesmo levando vantagem durante todo o combate, Jared sofre um corte na cabeça e acaba banhado pelo próprio sangue.

Terceiro round, parecia uma luta saída de um filme de horror, com Jared perseguindo o rival, com seu corte lavando seu corpo e o octógono de sangue.

No último minuto do round final, Tafa tenta uma última investida, sem resultados.
 

Norma Dumont vence Felicia Spencer por decisão unânime

Luta válida pela categoria peso-pena feminino, as lutadoras competiram por uma colocação melhor no ranking e uma futura oportunidade de disputar o cinturão da categoria.

Primeiro round começou com muito estudo e respeito de ambas lutadoras, procurando encontrar brechas no sistema de defesas de cada uma. Spencer apostou em chutes com ângulos não tão comuns e a brasileira Norma Dumont tentando conectar golpes de encontro.

Faltando um minuto para o fim do round a trocação se torna mais intensa com o assalto terminando favorável a brasileira.

Segundo round começa de maneira parecida, mas com Felicia tentando impor seu ritmo e acelerando a brasileira, que encontrou boas combinações de encontro. Faltando um minuto para o fim do assalto a americana consegue colocar a rival nas grades e tenta infligir mais dano, mas a brasileira aguenta a pressão e sai sem maiores problemas.

No terceiro round ambas voltam tentando impor o ritmo, mas a brasileira consegue aplicar uma queda e luta para progredir no chão. A rival mais experiente, sistematicamente vai ganhando as posições e coloca a brasileira na guarda. Sem forçar muito o combate de solo, a brasileira desiste e retornam o combate em pé. A luta termina sem grandes ações.
 

Ricardo Ramos vence Bill Algeo por decisão unânime

Combate entre dois pesos-pena para definir o futuro de ambos na organização e uma provável incursão no Top 15 da categoria. O que tinha cara de grande combate na noite, acabou se tornando três rounds de monotonia.

Ambos começaram o primeiro round trocando chutes na linha de cintura e nas pernas. Sem muita contundência para ambos, o brasileiro Ricardo Ramos tenta a primeira queda da luta. Consegue pegar as costas do oponente e após um breve momento tentando encaixar alguma finalização o combate retorna em pé.

Perto do fim do round o brasileiro consegue outra queda, mas o rival consegue se levantar rapidamente.

Segundo round começa com muito estudo e golpes singulares no vazio. Ambos parecem estar bem fadigados e não conseguem impor suas estratégias.

Faltando três minutos para o fim do assalto o brasileiro consegue uma queda, mas o rival se levanta. Ambos jogam com a guarda baixa, de maneira que eles pareçam desleixados e não trocadores experientes.

O terceiro round começa com Algeo acelerando o combate, mas em poucos segundos ambos voltam ao ritmo morno e ficam trocando golpes contusão o round inteiro. O brasileiro consegue uma queda perto do fim do round, mas sem grandes emoções.


 

Jack Hermansson vence Edmen Shahbazyan por decisão unânime

Luta para decidir quem se projeta ou quem se mantem nas posições do ranking dos médios do UFC, o combate começou de maneira morna, mas se tornou um show de violência.

O primeiro round começou com ambos lutadores se respeitando bastante, jogando golpes singulares, sem arriscar combinações. Jack, o "Coringa Sueco", até tentou duas quedas durante o round, mas sem sucesso. Confiante, Edmen começa a encaixar algumas combinações, atingindo golpes na cabeça e na linha cintura do oponente.

O segundo round inicia com Jack acelerando o combate, colocando o rival de costas para grade e tentando uma queda. Depois de algum esforço, consegue completar a queda, mas ao tenta progredir de posição acaba raspado. Após um breve tempo com a luta em pé, Edmen consegue a queda e inicia o ground and pound, mas o assalto termina.

No terceiro round, apesar de cansados, começam trocando golpes singulares com força total, com Edmen atingindo um bom uppercut. Apesar de receber o golpe em cheio, o Coringa Sueco coloca Edmen de costas para grade e entra em queda. Hermansson leva o oponente ao chão e conquista a meia guarda. Passa praticamente o resto do round golpeando a cabeça de Edmen com socos e cotoveladas.
 

Card Preliminar
 

Ben Rothwell vence Chris Barnett por finalização no segundo round

O interminável Ben Rothwell sofreu com a potência de Chris Barnett no primeiro round, porém, aproveitou a brecha que teve no segundo assalto, usou toda a sua experiência e conseguiu aplicar um caríssimo estrangulamento norte-sul para fazer o adversário desistir.
 

Court McGee vence Cláudio Hannibal por decisão unânime 

O experiente Court McGee foi melhor em todas as áreas do jogo para neutralizar o brasileiro Cláudio Hannibal, que sofreu na trocação e não soube fugir da imposição do americano por cima. O wrestling muito melhor de McGee foi diferencial.
 

Bruno Bulldoguinho vence Victor Rodriguez por nocaute no primeiro round

O brasileiro Bruno Bulldoguinho precisou de pouco mais de um minuto para desferir uma joelhada que abalou o adversário e, pouco tempo depois, um direto bem potente que nocauteou Victor Rodriguez. Bulldoguinho deve levar um dos bônus do evento pela segunda vez consecutiva.
 

Josh Cuibao vence Shayilan Nuerdanbieke por decisão unânime

Luta monótona, amarrada e sem emoção. Round arrastados e a torcida era para que terminasse rapidamente. Neste cenário ruim, Josh Cuibao arriscou um pouco mais e acabou levando a vitória por pontos.
 

David Dvorak vence Juancamilo Ronderos por finalização no primeiro round

Ronderos pegou a luta em cima da hora, substituindo o brasileiro Raulian Paiva. O colombiano, além de não ter feito a preparação correta, ainda necessita de mais experiência, sendo finalizado por Dvorak rapidamente com um mata-leão.
 

Damir Ismagulov vence Rafael Alves por decisão unânime

Damir Ismagulov suportou um knockdown e uma tentativa de finalização de Rafael Alves, para dominar a luta em pé e no chão. Apesar de alguns sustos e do ímpeto do brasileiro, o russo foi mais contundente e mereceu vencer.