Conteúdo

(por Diego Dias)

Nesta quinta-feira (09), Marc-Andre Fleury se tornou o terceiro goleiro na história a atingir a marca de 500 vitórias na carreira, em grande estilo, ao deter os 27 disparos que o Montreal Canadiens deu em sua meta, sendo fundamental na vitória do Chicago Blackhawks em pleno Centre Bell. "Flower" se junta às lendas Martin Brodeur e Patrick Roy no "clube dos 500". Os ‘Hawks’ só acenderam a “lâmpada” no segundo período, depois que Jonathan Toews aproveitou o power play e definiu; seguido do finlandês Henrik Borgström, que roubou o puck do defensor e concluiu para as redinhas, em um momento de pressão dos ‘Habs’ na partida.

Apesar do resultado positivo, Chicago está longe da zona de classificação aos playoffs e vê os rivais somando pontos e se consolidando na briga. Um deles é o Nashville Predators, que mesmo saindo atrás no placar em backhand de Austin Czarnik em rápida transição, contou com o oportunismo de Ryan Johansen e Colton Sissons para virar antes do primeiro intervalo.

O instável New York Islanders ainda conseguiu o empate em power play encerrado por Anders Lee e a virada com Noah Dobson, mas a equipe de Long Island não segurou a intensidade ofensiva de Nashville e permitiu que Yakov Trenin pegasse um rebote e emendasse para dentro do gol defendido por Semyon Varlamov. O goleiro dos Isles até tentou forçar o tempo extra, mas a 12 segundos do fim Roman Josi chutou de longe e Eeli Tolvanen deu um tapinha providencial para tirar o disco do alcance de Varlamov e "roubar" o jogo para os Predators.

Outro a ter um dia especial foi Nathan Walker. O forward australiano, que anos antes havia sido o primeiro do país da Oceania a ter disputado um jogo oficial de NHL, anotou seu primeiro "hat-trick", e foi o nome da goleada que o St Louis Blues impôs ao oscilante Detroit Red Wings.

Apesar de pouco chegarem na zona ofensiva, os Blues foram mais eficientes e logo abriram 2x0 com Walker aproveitando o espaço deixado pela blue line de Detroit. O ex-Blue, Robby Fabbri, até recolocou os Red Wings na disputa, aproveitando bom passe de Lucas Raymond no círculo esquerdo, mas Colton Parayko jogou um balde de água fria pegando um rebote e mandando para o gol vazio nos últimos momentos do segundo período. Thomas Greiss assumiu o gol dos Wings no período final, mas o goleiro alemão pouco fez para evitar que Walker anotasse seu terceiro tento e St Louis decretar a vitória anotando mais dois, separados por outro de Fabbri.

A equipe mais "on fire" do momento é o Minnesota Wild, que se consolida cada vez mais no topo da divisão Central ao passar pelo San Jose Sharks na Califórnia. O Wild teve as principais chances da partida e só precisou de seis minutos para derrubar o zero em rebote aproveitado por Kevin Fiala após tentativa de Jon Merrill, para depois capitalizar dois power plays na segunda etapa com Joel Eriksson e Jordan Greenway. Os Sharks ainda esboçaram uma reação com Jonathan Dahlen, recebendo passe de Tomás Hertl, que havia ganho o faceoff, e com o mesmo Hertl finalizando um power play, mas Minnesota anotou outros dois no empty net e empilhou o oitavo triunfo consecutivo.

Destaques da quinta-feira:

Estrelas da rodada: Steven Stamkos (1G, 3A), Ullmark (41sv) e Walker (3G);

Jogada decisiva: Gol de Tolvanen dando a vitória aos Preds;

Jogo da rodada: Islanders x Predators;

Sinal vermelho: Islanders, que ainda não venceram na UBS Arena e estão com apenas um vitória nos últimos 13 jogos

Sinal amarelo: Oilers, que perderam a quarta seguida e foram ultrapassados na classificação

Sinal verde: Wild, que abriu sete pontos na liderança da divisão

Todos os resultados:

Anaheim Ducks 2 @ 1 Columbus Blue Jackets (SO)
Chicago Blackhawks 2 @ 0 Montreal Canadiens
Minnesota Wild 5 @ 2 San Jose Sharks
Dallas Stars 0 @ 4 Los Angeles Kings
Winnipeg Jets 3 @ 0 Seattle Kraken
Tampa Bay Lightning 5 @ 3 Toronto Maple Leafs
Nashville Predators 4 @ 3 New York Islanders
Boston Bruins 3 @ 2 Edmonton Oilers
Carolina Hurricanes 2 @ 1 Calgary Flames (OT)
Detroit Red Wings 2 @ 6 St Louis Blues