Conteúdo

Flames vencem confronto direto; Matthews "cinquentão" em triunfo dos Leafs; Bruins exorcisam Devils e mais da quinta-feira de NHL

1 de abril de 2022

(Por Diego Dias)

Nesta quinta-feira (31) de National Hockey League, Auston Matthews se tornou o artilheiro isolado da temporada ao anotar no empty net seu 50º tento, deixando para trás o alemão Leon Draisaitl, do Edmonton Oilers. Melhor para o Toronto Maple Leafs, que buscou uma virada para superar o Winnipeg Jets ao marcar 5 gols seguidos.

Os Jets logo tomaram o controle do duelo ao abrirem 2x0 com anotadas de Blake Wheeler e Paul Stastny logo de início, mas Toronto conseguiu descontar com Mark Giordano ainda no período inicial e chegou ao empate em power play aproveitado por William Nylander na 2ª etapa. Os Leafs passaram a ser mais perigosos apesar de Nikolai Ehlers ter recolocado Winnipeg na frente também em power play, e deixaram 3x3 no placar com John Tavares menos de um minuto do tento de Ehlers.

Foi o que os Maple Leafs precisavam para mudar o panorama da partida. Nylander fez seu segundo outra vez em power play antes de Ilya Mikheyev anotar no shorthanded. No período final, Winnipeg até buscou mais o gol, mas Matthews aproveitou a meta vazia para fazer o sexto antes de Timothy Liljegren dar números finais em mais um power play capitalizado por Toronto.

Final: Winnipeg Jets 3 @ 7 Toronto Maple Leafs


Assim como os rivais Leafs, o Boston Bruins também esteve inspirado no ataque e manteve a disputa embolada na divisão do Atlântico. A equipe precisou de apenas 57 segundos para tirar o zero com Matt Grzelcyk arrematando do círculo esquerdo após afastada da defesa do New Jersey Devils, que até chegaram à igualdade de forma incrível em chute quase sem ângulo de Jack Hughes.

Mas os Bruins mantiveram a pegada e retomaram a dianteira com Jake DeBrusk e encaminharam o resultado no 2º período. Erik Haula e Brad Marchand fizerram 4x1 no placar antes de Patrice Bergeron encerrar um power play e encerrar também a partida para o goleiro Nico Daws. Jon Gillies assumiu o gol de New Jersey e nada pôde fazer para deter o slapshot de Marchand no círculo direito.

Marchand ainda chegou a fazer seu terceiro nos instantes finais do período, mas seu hat-trick foi revogado após revisão da jogada. Seria a coroação de uma sequência intensa de Boston, que havia acendido a lâmpada com o calouro Marc McLaughlin e com o ex-Devil Taylor Hall. Mas nada que atrapalhasse a goleada.

Final: New Jersey Devils 1 @ 8 Boston Bruins


Outro a obter um importante triunfo foi o Los Angeles Kings. A equipe angelina foi até o Scottiabank Saddledome e derrotou nas cobranças de shootout o Calgary Flames, diminuindo a distância entre ambos na divisão do Pacífico. Depois de 20 minutos de jogo dinâmico mas sem gols, Alex Iafallo recebeu belo passe na slot e limpou o goleiro Jacob Markström para abrir o placar para os Kings.

O jogo seguiu em aberto até Johnny Gaudreau empatar em power play na última etapa e iniciar uma pressão de Calgary, que de tanto insistir chegou à virada em tapinha providencial de Erik Gudbranson a seis minutos do final. Mas Los Angeles não se entregou e buscou novamente a igualdade com Viktor Arvidsson. Nem o overtime foi capaz de definir um vencedor, e Lias Andersson converteu a única cobrança no shootout para garantir a vitória californiana.

Final: Los Angeles Kings 3 @ 2 Calgary Flames (SO)


Se Lias foi "clutch", o mesmo se pode dizer de Evgenii Malkin. O russo marcou nos instantes finais da prorrogação e o Pittsburgh encerrou uma série de 7 vitórias do Minnesota Wild em pleno Xcel Energy Center. Reforço vindo na última deadline, Rikard Rakell desviou chute de John Marino e abriu o marcador logo no primeiro minuto de jogo antes de Matt Dumba empatar graças a um power play.

A vantagem numérica também foi a maneira com a qual Jake Guentzel recolocou os Penguins na frente na 2ª etapa do confronto antes de Rakell anotar seu segundo na noite. O Wild descontou com Jonathan Greenway, mas seu gol foi anulado por offside. Para sorte da equipe, Frederik Gaudreau anotou no ataque seguinte em belo one-timer e animou de vez Minnesota, que buscou o 3x3 logo no começo do 3º período depois que Kirill Kaprizov apareceu de frente para o goleiro Casey DeSmith, que não teve chances.

Daí em diante o jogo perdeu em intensidade, embora Pittsburgh tenha assustado em alguns lances. No tempo extra, os Pens foram presença constante na zona ofensiva do Wild, mas Cam Talbot respondia à altura. Até que faltando pouco mais de 1 minuto para o shootout, Brian Rust achou Malkin atrás do gol, que venceu a disputa com Talbot para colocar o puck nas redinhas para a vitória.

Final: Pittsburgh Penguins 4 @ 3 Minnesota Wild (OT)


Destaques da quinta-feira

Estrelas da rodada: Mitch Marner (3A), David Pastrnák (3A) e Sergei Bobrovski (shutout de 37SV).
Jogo da rodada: Maple Leafs x Jets
Jogada decisiva: Gol de Jamie Benn com 52 segundos de prorrogação dando a vitória aos Stars.
Sinal vermelho: Ducks, que perderam pela 11ª vez consecutiva.
Sinal amarelo: Blackhawks, com 6 derrotas (3 seguidas) nos últimos 8 jogos.
Sinal verde: Panthers, que chegaram a 29 vitórias em casa, um recorde para a franquia.

Demais resultados

Columbus Blue Jackets 2 @ 5 New York Islanders
Chicago Blackhawks 0 @ 4 Florida Panthers
Montréal Canadiens 0 @ 4 Carolina Hurricanes
San Jose Sharks 2 @ 4 Colorado Avalanche
Dallas Stars
3 @ 2 Anaheim Ducks (OT)