Conteúdo

Flamengo joga bem, perde muitos gols, mas vence Católica com tranquilidade e garante liderança do grupo na Libertadores

17 de maio de 2022

por João Zarif

O Flamengo recebeu a Universidad Católica no Maracanã para tentar encontrar o bom futebol e reencontrar as vitórias. O time vem sendo pressionado pelos resultados inconsistentes, mas principalmente por não convencer em suas atuações, mesmo quando vence. O técnico Paulo Sousa está extremamente pressionado pela torcida e precisava dar uma resposta para a nação rubro-negra.

O time começou a partida pressionando e logo achou o primeiro gol. Aos 6 minutos Arrascaeta cobrou escanteio pela direita, Willian Arão escapou da marcação e quase não saiu do chão para cabecear para abrir o placar. 1-0 Flamengo. Na comemoração o time foi em direção ao banco de reservas e mostrou apoio ao técnico português.

A equipe não se acomodou com o gol, pressionava a saída dos visitantes e imprimia ritmo forte quando tinha a bola. Apesar das chances criadas, o segundo gol teimava em não sair, até os 38 minutos. Boa jogada coletiva, com mais de 40 segundos trocando passes, Arrasca encontrou Matheuzinho, ele cruzou de primeira no segundo pau para Bruno Henrique, e ele achou de cabeça Éverton Ribeiro pelo meio que testou para as redes. 2-0 mengão, sem dificuldades. 

O Fla ainda teve chance com Gabigol e quase o time chileno diminuiu antes do intervalo, depois de cruzamento que Hugo não cortou após sair mal do gol. O jovem goleiro foi vaiado na primeira etapa por parte da torcida quando tocava na bola, e mais uma vez não passou confiança, difícil momento do jogador que substitui Santos e Diego Alves, ambos lesionados. O apito do árbitro encerrou uma das melhores atuações da equipe carioca desde que Paulo Sousa chegou na Gávea.

A etapa final continuou vendo o Flamengo criar chances e desperdiçá-las, controlando completamente o jogo, mas sem conseguir matar o jogo de vez. Quando o jogo parecia ter o placar definido, Pedro, que entrou no decorrer do segundo tempo, recebeu de João Gomes, fintou duas vezes Asta-Buruaga, bateu de esquerda e fez um golaço no maraca. 3-0 aos 44 do segundo tempo e vitória maiúscula.

Final: Flamengo 3-0 Universidad Católica

A atuação e o placar tiram um pouco de pressão do treinador Paulo Sousa, mas ligam o alerta com o setor ofensivo, que perdeu muita chances claras, e precisa melhorar para o seguimento do ano. A vitória garante o Flamengo como líder do grupo H, com 13 pontos em 5 jogos, 5 pontos à frente do Talleres, que tem 8 e é o 2º colocado do grupo e também já garantiu a classificação.