Conteúdo

FIA confirma saída de Michael Masi como diretor de provas da Fórmula 1

17 de fevereiro de 2022

(por Mattheus Prudente)

O que a maioria das pessoas dentro do paddock da Fórmula 1 desconfiava aconteceu.  Michael Masi não será mais o diretor de provas para a próxima temporada depois das polêmicas envolvendo os acontecimentos no GP de Abu Dhabi. 

Depois de uma temporada com muitas polêmicas na disputa pelo título entre Lewis Hamilton e Max Verstappen, tudo culminou na última corrida em Abu Dhabi, quando o diretor de provas fez uma série de decisões questionáveis que acabaram com o título do holandês numa ultrapassagem na última volta. 

A Mercedes apelou a decisão no momento em que foi feita, tentando mudá-la, mas logo desistiram da apelação. No entanto, a FIA levantou uma investigação para os acontecidos em Abu Dhabi, e a BBC reportou que a Mercedes havia feito um acordo com a FIA para que eles desistissem de apelar pelo título em troca da saída de Masi como diretor de provas. 

Apesar da equipe ter negado o acordo, a saída de Masi pouco depois de Hamilton ter anunciado que iria correr em 2022 levanta questões sobre os bastidores, já que o piloto britânico, ainda segundo a BBC, havia “perdido a fé” naqueles que comandavam a Fórmula 1. 

Para o lugar de Masi, a FIA confirmou que Eduardo Freitas e Niels Wittich dividirão as decisões do cargo de diretor de provas, sendo essa uma da série de novidades que eles querem implementar para esse ano. Uma delas será que as equipes não vão mais poder se comunicar com o diretor de provas pelo rádio, para evitar que haja pressão nas decisões tomadas. 

Masi continuará na FIA, mas com outro cargo.