Conteúdo

FIA adiou para sexta-feira (19) a posição sobre Verstappen

18 de novembro de 2021

(por Bruno Braz)
 

Mais uma vez, a FIA tem se mostrado bastante questionável no quesito agilidade quando há algum problema envolvendo os postulantes ao título. Foi assim para concluir se Hamilton seria punido ou não por infração técnica no treino de classificação para a Sprint Race de São Paulo, assim como está sendo agora para decidir o caso Max Verstappen.

E a decisão não é nem sobre um veredito de culpado ou não. A deliberação é para decidir se vão ou não investigar o caso com base nas novas imagens.

O comunicado, que foi divulgado hoje (18) no Qatar, após o recebimento de pedido da Mercedes para o que o caso da volta 48 do GP de São Paulo seja reavaliado, disse de maneira sucinta que “após ouvir representantes de Mercedes e Red Bull, os comissários estão estudando o assunto e vão divulgar a decisão amanhã".

Se por ventura o caso for reaberto, os mesmos comissários do GP de São Paulo serão os responsáveis por analisar as novas evidências e dar um novo parecer. São eles:

- Roberto Pupo Moreno;

- Vitantonio Liuzzi;

- Tim Mayer;

- Matteo Perini.

Se porventura o caso for de fato reaberto e, na hipótese de Verstappen ser considerado culpado, qualquer tempo adicionado em seu resultado final impactará em sua classificação no campeonato. Com cinco segundos de acréscimo em seu tempo total de prova, seu resultado no GP de São Paulo mudaria para terceiro, com sua vantagem sobre Hamilton na tabela de classificação caindo para 11 pontos.

Vamos aguardar.