Conteúdo

Ferrari se aproxima e briga pelo terceiro lugar no mundial dos construtores pega fogo, mas chefe da McLaren elogia desempenho nos Estados Unidos

27 de outubro de 2021

(por Rafael Lima)
 

Após o Grande Prêmio dos Estados Unidos a Ferrari encostou na McLaren no mundial de construtores, ficando apenas 3.5 pontos atrás, acirrando de vez esta briga. Enquanto Charles Leclerc ficou em quarto lugar e Carlos Sainz em sétimo, os pilotos da equipe inglês conseguiram a quinta colocação com Daniel Ricciardo e a oitava com Lando Norris. Apesar disso, o chefe do time de Woking, Andreas Seidl, falou que seus comandados fizeram o máximo que podiam. 

“P5 e P8 aqui no Circuito das Américas era basicamente o melhor que podíamos fazer”, disse o líder da equipe. “Estávamos lutando com uma Ferrari muito forte neste final de semana, fomos bem ao ficarmos à frente de pelo menos uma e assim mantemos o terceiro lugar no campeonato. Boa corrida de Daniel [Ricciardo], passando por Carlos [Sainz] na primeira volta e depois aguentando uma pressão enorme até a bandeirada”, seguiu Seidl. “Com o Lando sem conseguir ganhar posições no começo da corrida, ficou difícil para ele, mas ele ficou na perseguição durante todo o tempo até a linha de chegada. Bom trabalho de todos na pista esse final de semana, que gastaram muitas horas em condições quentes, com o suporte, como sempre, de todos na fábrica e nossos colegas na Mercedes”, concluiu.