Conteúdo

Ferrari explica estratégia de colocar pneus duros no carro de Charles Leclerc

31 de julho de 2022

(por Mattheus Prudente)

Mais uma vez, Charles Leclerc perdeu pontos importantes em uma corrida depois de mais uma estratégia da Ferrari dar errado. A equipe trouxe Leclerc para os boxes para colocar pneus duros no final da corrida, mas a situação não deu certo e o monegasco acabou em sexto lugar. O chefe da equipe, Mattia Binotto, explicou a decisão, 

“Quando colocamos os pneus duros, nossas simulações mostraram que talvez fosse difícil pegar a temperatura ideal deles nas primeiras voltas. Seria mais lento do que os médios por 10 a 11 voltas, e depois seria mais rápido depois disso, já que era um período de 30 voltas. Nós estávamos tentando proteger a posição dos ataques de Max (Verstappen). Seria mais lento no começo, mas mais rápido no final.” Disse Binotto. 

A declaração de Binotto contradiz o que houve na corrida, já que a Ferrari, depois que Leclerc foi ultrapassado por vários carros seguidamente, acabou parando o monegasco novamente depois de 15 voltas. Ele voltou em sexto com pneus macios, mas não conseguiu alcançar os carros na frente dele por conta do tempo perdido com os duros. 

Depois da corrida, Leclerc afirmou que gostaria de ter ficado com os pneus médios que estava quando foi chamado para os boxes. A estratégia de colocar pneus duros na corrida já havia dado errado para a Alpine, que trouxe Fernando Alonso e Esteban Ocon para as paradas, e os dois sofreram bastante. No final da corrida, Daniel RIcciardo também sofreu bastante com isso. 

Além da estratégia errada, Binotto também afirmou que o carro da Ferrari “não estava funcionando como o esperado” na corrida, principalmente quando comparado com a sexta-feira, onde Leclerc foi o mais rápido. Com o sexto lugar e a vitória de Max Verstappen, o holandês da Red Bull aumentou a sua vantagem no campeonato de pilotos para 80 pontos indo para a parada de verão.