Conteúdo

Fernando Tatís Jr se mostra contra o Draft internacional: "Vai eliminar o que o baseball é no Caribe"

9 de março de 2022

(Por Diego Dias)

Uma das propostas em discussão entre a MLB e a MLBPA para um novo acordo coletivo, o Draft internacional, não agrada a Fernando Tatís Jr. O shortstop do San Diego Padres criticou a ideia em artigo publicado pela ESPN Deportes.

"O Draft internacional vai matar o baseball na República Dominicana." disse Tatís Jr, mencionando seu país. "Vai eliminar tudo aquilo que o baseball é no Caribe. Vai afetar os caribenhos porque muitos jovens terão poucas oportunidades em um Draft, não é a mesma coisa.".

Fernando ainda citou o exemplo de Porto Rico. A ilha registra cada vez menos jogadores com contrato nível major desde que os portorriquenhos foram incluídos no Draft convencional, onde enfrentam as concorrências de estadunidenses e canadenses. "Lá tem uma grande redução de jogadores com um bom bônus. E isso pode ocorrer com os demais países do Caribe certamente." completou.

Para a MLB, um Draft internacional serviria para melhorar a maneira com que os prospectos estrangeiros seriam adquiridos pelas equipes. No sistema atual, exixte um grande registro de corrupção e exploração de jovens, muitas vezes forçados a firmar contrato verbal antes da idade mínima 916 anos) para assinar um vínculo por escrito. Algo que, na visão de Tatís Jr, não seria sanado com a medida.

A liga e os jogadores seguem em negociações para colocar um fim ao lockout que já dura desde o início de dezembro de 2021. Nesta quarta-feira (09) as partes irão se reunir uma vez mais.