Conteúdo

Fernando Alonso descarta participação nas edições de 2021 e 2022 da Indy 500

11 de agosto de 2020

(por Rafael Lima)

O bicampeão de Fórmula 1, que também já venceu o GP de Mônaco e as 24 horas de Le mans, está em busca de uma vitória nas 500 milhas de Indianapolis para completar sua “tríplice coroa” no automobilismo, porém, se não conseguir na edição deste ano, terá que esperar um tempo para vencer a tradicional corrida, pois como assinou um contrato de dois anos com a Renault para voltar a competir na F1, o piloto não irá conciliar as duas competições. “As próximas duas serão impossíveis de aparecer. Eu perderia o fim de semana da classificação se quisesse correr as duas, e não estarei na McLaren no ano que vem na Fórmula 1, então não funciona. Sei que pelos próximos dois anos, não estarei aqui (em Indianapolis)”, declarou Alonso ao The Race.com.

A edição deste ano será a terceira que Fernando Alonso participará, segunda pela McLaren. Na primeira, quando competia pela Andretti, o espanhol chegou a liderar a prova, mas acabou tendo problemas no carro e teve que abandonar a corrida. No ano passado, Alonso foi mal, sendo eliminado no “Bump Day”, ficando fora do grid final.

Fernando Alonso ainda comentou sobre o futuro e a expectativa de correr com o aeroscreen pela primeira vez. “Estou aqui, preparado para aproveitar o evento, preparado para dar meu melhor e ajudar o time o máximo que posso, e veremos no futuro quais as chances. Se eu eventualmente vencer a corrida, isso abre possibilidade para coisas diferentes”, comentou ‘o príncipe das Astúrias’. “(sobre o dispositivo de segurança) Meus companheiros falaram e o comentário geral é de que o carro fica bem quente, a ventilação não é a mesma, então estamos tentando achar jeitos de melhorar. No carro em si tem alguns problemas de aerodinâmica, como arrasto, visibilidade, mas é o mesmo para todo mundo. De uma forma, é um desafio aos engenheiros, nesta edição, os carros não são os mesmos do ano passado, ainda precisamos achar equilíbrio entre aeroscreen e suas limitações”, finalizou Alonso.

As 500 milhas de Indianapolis estão marcadas para o próximo dia 23.