Conteúdo

Fábio tem falha bizarra, mas Luiz Henrique anota golaço, Germán Cano marca duas vezes, Flu vence bem o Olímpia e vai com boa vantagem para o jogo no Paraguai

10 de março de 2022

 

(Por Daniel Morales)

Em jogo no estádio Nilton Santos o Fluminense recebeu o Olímpia do Paraguai para o primeiro jogo da última fase da Pré-Libertadores. E mesmo com a catimba, violência e cera do time de Asunción, o tricolor das Laranjeiras conseguiu uma boa vantagem, por 3x1, contando com um golaço de Luiz Henrique e dois tentos de Germán Cano. O Flu poderá até perder por um gol de diferença no Paraguai que avançará para fase de grupos.

O Jogo:

O Fluminense iniciou o jogo a todo vapor! Aproveitando o apoio da torcida, o time de Abel Braga começou com uma pressão inicial e a bola não demorou tanto a entrar. Aos 12’ minutos, em cobrança de escanteio de Cris Silva, Luiz Henrique resvala de cabeça e o argentino Germán Cano escora de cabeça para abrir o placar e explodir o Nilton Santos. Flu um a zero. Mas, tudo que parecia muito bom até porque o Flu estava muito bem jogo tomou um balde de agua fria aos 17’ minutos David Braz recua para Fábio e o goleiro do tricolor ao tentar sair com a bola tocou no pé do Derlis González tocou para o gol vazia para empatar o jogo para o Olímpia. Após o empate, o time do Fluminense sentiu o gol e a própria torcida deu uma murchada. Para piorar o time do Olímpia melhorava no jogo e Derlís Gonzáles aproveitou lançamento do goleiro Gastón Oliveira e ficou na cara do gol, mas dessa vez Fábio salvou o Flu. O Fluminense teve bastante dificuldades para criar mais uma vez, assim como foi no jogo contra o Millonarios. Ainda teve uma boa oportunidade para ir para o intervalo com o segundo gol, mas Willian perdeu o tento na cara. Com o jogo bastante catimbado, o primeiro tempo terminou em 1x1.

O segundo tempo mal começou e Luiz Henrique fez um gol de placa para o Fluzão. O camisa onze recebeu no lado da grande área, entortou dois marcadores e bateu cruzado para recolocar o Fluzão na frente do placar. Três minutos depois quase o terceiro, Cano chutou de fora da área, obrigando Gaston Oliveira a fazer uma grande intervenção. E aos 68’ veio o terceiro. Arias cruzou a bola na área, a defesa paraguaia desviou e Willian Bigode bateu cruzado, o goleiro espalmou, mas ele, Germán Cano, tocou para o fundo do gol vazio. Três a um Fluzão. Com o decorrer do segundo tempo o time do Olímpia seguiu batendo muito. O time visitante, que claramente tem menos bola que o Flu, partiu para violência e para as provocações e até gerando um pouco de confusão nos minutos finais do jogo. Boa vantagem tricolor, que chegou a sua décima segunda vitória seguida e ao seu centésimo gol na história da Libertadores, o terceiro na partida, anotado por Germán Cano. 

Final de jogo: Fluminense 3 x 1 Olímpia.