Conteúdo

F1 2022 - Impressões da pré-temporada: Quem é quem e o que esperar

17 de março de 2022

(por Bruno Braz)
 

Mais uma pré-temporada finalizada. Novas impressões que serão confirmadas ou dissipadas após as primeiras três corridas do ano, mas começarão a ser desvendadas com os treinos desta sexta-feira (18). Para nós, fãs de F1, a intertemporada é um tempo que parece não ter fim. A saudade ameniza um pouco com os testes, mas aumenta ainda mais nossas expectativas do que virá pela frente. Acertaremos? Erraremos? Em breve confirmaremos tudo.

Quem acompanhou mais de perto, pôde tirar algumas conclusões. Não dá para cravar. "Ah, Bruno? Como assim não dá para cravar?". Eu explico: não dá, porque não temos acesso ao mapeamento de motores e a quantidade de combustível que os times estavam usando. Pode ter gente que não andou com a capacidade máxima (Mercedes, por exemplo) ou gente que fez uma "gracinha", andando com pouco combustível para fazer número (Haas), mas nem isso, dá para afirmar. Só eles lá é que sabem. Mas, eventualmente, em uma declaração aqui e outra ali, você vai juntando as peças, as pontas e, com isso, vai montando um cenário que faça sentido.

O que eu consegui identificar, é um grande bolo de meio de grid. Porém, bota grande nisso. Na frente, não teremos a Mercedes no começo da temporada. Duvido que consigam reverter todos os problemas que tiveram em menos de uma semana de trabalho. Me parece que quem dará as cartas no começo, é a Red Bull. A segunda força, ao menos no começo de temporada, é a Ferrari, podendo incomodar a Red Bull em ritmo de corrida. 

A Mercedes? Briga nesse momento, para ser a terceira, talvez nem isso, mas como estamos falando do melhor time nos últimos anos, é bom não duvidar muito, mas eu não ficaria surpreso se a McLaren estivesse em pé de igualdade ou um pouquinho à frente dos alemães no apagar das luzes da primeira prova, em que pese os últimos problemas de freios da equipe de Woking.

E os demais? Aí que está. Estou vendo um pelotão muito próximo com Alpine, Aston Martin e Alpha Tauri. Não dá para ter certeza. Nem a Alfa Romeo está fora dessa briga. Quem estará perto aí nesse bolo? Haas. Esses times parecem estar muito parelhos. Não dá para apontar que esse ou aquele está na frente. Uma dica é que Alonso pareceu feliz. Ele que não é muito bom de disfarce, pode saber de algo.

A Haas sai da condição de lanterna, por incrível que pareça. Estará bem perto dos times de meio e deve pontuar no campeonato em algumas oportunidades. Teve bons testes, livre de problemas técnicos. É mais um time que teve todo o ano de 2021 para focar exclusivamente no carro de 2022. É parceira da Ferrari. Não deve dar aquele salto, mas vai para frente, sem dúvidas. 

Quem parece que, infelizmente, está retornando para a rabeira do Grid, é a Williams. Era uma boa chance de partir do zero em pé de igualdade, mas parece que não vai ser dessa vez. Uma pena.

Porém, seja como for, não devemos ter carros isolados. Estou com boa expectativa de ótimas disputas em pista, e em todas as posições. 

O ano promete ser interessante e ele “começa” nesta sexta!