Conteúdo

Ex-campeão do UFC, Rashad Evans diz que Jon Jones continuará a ser dominante ao lutar como peso-pesado

5 de julho de 2021

(por Leandro Chagas)

Desde que anunciou que abriria mão de seu cinturão meio-pesado para se testar como peso-pesado, Jon Jones é um dos assuntos mais comentados no mundo do MMA. Ex-companheiro de treino e  ex-rival de "Bones", Rashad Evans, que também já foi campeão do UFC na categoria até 93kg, deu sua opinião sobre o assunto, apontando que a mudança tem tudo para ser positiva. 

Para "Suga", mesmo com uma possível diferença de peso, Jones tem as ferramentas necessárias para dar continuidade ao seu legado no Ultimate, agora na divisão até 120kg. 

"Jon Jones subindo de peso vai ser apenas a continuação do seu legado. Ele é um atleta fenomenal. É um lutador incrível e seu QI dentro do octógono não pode ser superado por ninguém. Acredito que ele vá levar isso para os pesos pesados. A única coisa que pode ser um problema para ele é o fato de os caras serem maiores e baterem mais forte. Mas Jon Jones pode se adaptar a qualquer situação”, disse Rashad, em entrevista ao site norte-americano "TMZ".

Sem lutar desde fevereiro de 2020, quando venceu Dominick Reyes por decisão unânime, defendendo mais uma vez a sua “coroa” dos meio-pesados, Jon Jones segue sem previsão para pisar no octógono. Desde que abdicou de seu cinturão no final do ano passado para lutar como peso-pesado, o lutador de 33 anos entrou em rota de colisão com o UFC, complicando as negociações para sua estreia na nova faixa de peso e uma possível superluta contra o campeão Francis Ngannou. 

Para Rashad, o camaronês seria o maior desafio para Jones na categoria mais pesada do Ultimate. 

"A luta contra Francis seria muito interessante, porque ele estaria lutando contra um cara que anula vantagens que ele estava acostumado a ter por muito tempo. Ele sempre foi o cara com maior alcance, mais forte e todos esses aspectos. Mas ao mesmo tempo é difícil dizer que ele não vai se adaptar, porque é o Jon Jones. Francis cresceu muito e tem melhorado partes do seu jogo que não eram tão boas antes, como a luta agarrada. E além disso, ele quer lutar contra Jon Jones. Ele não está torcendo para a luta não acontecer. Então é um cara que está muito confiante”, analisou Rashad.

Enquanto todos os fãs aguardavam por um duelo entre Jones e Ngannou, o Ultimate resolveu não esperar mais. De modo surpreendente, a organização anunciou que Derrick Lewis e Ciryl Gane disputarão o título interino dos pesados, no UFC 265, que acontece no dia 7 de agosto. O vencedor do combate será possivelmente o próximo adversário de Francis. 

Rashad Evans e Jon Jones se enfrentaram na luta principal do UFC 145, em abril de 2012. Na ocasião, defendendo seu cinturão meio-pesado pela terceira vez, "Bones" levou a melhor por decisão unânime. Hoje aos 41 anos, "Suga" anunciou recentemente que deixou a aposentadoria para se testar no boxe, assim como outros veteranos do MMA.