Conteúdo

Ex-campeão do UFC aconselha Poirier a aceitar luta contra Charles do Bronx ao invés de duelo com Nate Diaz

17 de agosto de 2021

(por Leandro Chagas)

A divisão dos leves é sem dúvidas uma das mais movimentadas do UFC. Dentre os grandes nomes da categoria está Dustin Poirier, que após vencer Conor McGregor novamente, tem em suas mãos a chance de ser o primeiro desafiante ao cinturão conquistado recentemente por Charles do Bronx. No entanto, o atual número 1 do ranking até 70kg deu alguns sinais de que seu próximo duelo pode não ser contra o brasileiro, e sim contra o popular Nate Diaz. Tal situação não é vista com bons olhos por Michael Bisping, ex-campeão peso-médio da organização, que deu um conselho para "The Diamond".

Em seu podcast ‘Believe You Me’, Bisping, que atualmente trabalha como comentarista do Ultimate, foi direto ao comentar as opções de Poirier. Para o ex-lutador inglês, mesmo que a luta contra Nate desperte grande interesse do público, com a imprevisibilidade do esporte, Dustin não deveria deixar passar essa chance de enfrentar Charles, pois nada vale mais que conquistar um cinturão do UFC.

“Fique de olho no prêmio, garoto. Uma luta com Nate vai gerar muito dinheiro, provavelmente, é boa para seu legado, sua marca, para as pessoas ficarem impressionadas, mas faça isso depois de vencer Charles. Qualquer coisa pode dar errado neste mundo, principalmente, nas lutas. Você pode se machucar no camp, você pode lutar com Nate e, mesmo se vencer, pode sair com uma lesão grave e que pode afetá-lo no futuro e impedir que conquiste o cinturão. O maior prêmio, a melhor homenagem a se ter, é o título mundial”, opinou Bisping.

Ex-campeão interino da divisão dos leves e um dos maiores lutadores da história da categoria no UFC, Poirier disse no passado que o título linear era o seu grande objetivo. Contudo, com a sua crescente popularidade, impulsionada pela rivalidade com Conor McGregor, o norte-americano parece estar inclinado a aproveitar o momento para a realização de superlutas, o que pode fazer com que o duelo contra Nate Diaz aconteça. Vale lembrar que os dois chegaram a ter um combate marcado em 2018, mas Dustin acabou se lesionando na ocasião, fazendo com que o confronto fosse cancelado.