Conteúdo

Esquenta UFC Woodley vs Covington - Confira o que esperar do bom card do evento

19 de setembro de 2020
1h 46

(por Rafael Lima)

Mais um sábado chegando e com ele outro evento do UFC. Desta vez o duelo principal fica por conta dos ex-campeões do meio-médio, Tyron Woodley e Colby Covington. Na co-luta principal, pela mesma categoria, o veterano Donald Cerrone terá pela frente Niko Price. O evento ainda contará com as presenças de Johnny Walker, Mackenzie Dern e Mayra Bueno Silva representando o Brasil.

Tyron Woodley x Colby Covington

Após conquistar o cinturão da categoria ao vencer Robbie Lawler no UFC 201, Woodley conseguiu defender o título em quatro ocasiões, incluindo uma vitória sobre o brasileiro Demian Maia, até que teve Kamaru Usman pela frente: derrota por decisão unânime para o atual campeão. Em seguida, mais de uma ano após o revés, perdendo para Gilbert "Durinho” Burns. E, por isso, uma vitória contra Covington, número 2 do ranking, é tão importante para que ele possa ter uma nova oportunidade em disputar o cinturão.

Do outro lado, o não menos polêmico, Covington também vem de derrota em sua última luta ao ser nocauteado por Kamaru Usman, o que pôs fim uma incrível sequência de sete vitória seguidas do lutador. Trocou recentemente de equipe de treinamento na busca de melhor rendimento e poder ser postulante ao cinturão, mas para isso é preciso passar por Woodley antes.

As duas últimas apresentações de Woodley não foram das mais animadoras e, aos 38 anos, terá pela frente um rival em melhor momento e mais jovem, que foi muito mais páreo para Usman, mesmo com a derrota. Covington vem sedento por ter a oportunidade de disputar o título e, contra Woodley, precisa ficar atento a potente mão direita do ex-campeão, e se conseguir encontrar a distância deve dominar o combate, já que nos duelos recentes, Tyron mostrou poucos ajustes ofensivos. Pode ser que Woodley volte diferente, com uma tática mais ousada, mas a balança pende para Covington, que tem mais armas para vencer o rival e subir um importante degrau rumo ao cinturão


Donald Cerrone x Niko Price

Donald " Cowboy" Cerrone é um dos rostos mais conhecidos do UFC, e não é para menos, afinal, desde que estreou na organização em 2011, são 35 lutas disputadas, um recorde no evento. Vive seu pior momento da carreira com quatro derrotas consecutivas, as duas últimas em seu retorno ao meio-médio, contra Conor McGregor e Anthony Pettis.

7 anos mais jovem e sem contar com toda a experiência de Cerrone, Niko Price vive uma gangorra no UFC. Desde 2018 foram 5 combates, começando com derrota para Abdul Razak Alhassan no UFC 228, se recuperou ao nocautear Tim Means em sua seguinte luta, mas voltou a perder, também por nocaute, para Geoff Neal. Suas duas últimas apresentações seguiram a mesma tônica, com vitória sobre James Vick e derrota para o brasileiro Vicente Luque.

Cowboy Cerrone era um dos lutadores mais difíceis de ser nocauteado, mas essa estatística vem mudando nos últimos anos. Seu desempenho contra Price deve ser fundamental para o futuro na organização, porém, o fato de ter um rival que nunca chegou até a decisão dos juízes em suas 11 lutas no UFC não é um bom prognóstico. Price vem de uma derrota acachapante contra o Vicente Luque, e deve querer buscar a luta a todo instante, e aí mora sua maior debilidade. Ao enfrentar alguém com a experiência de Cerrone, é preciso ser cauteloso, o que não parece ser o perfil de Price, o que favorece o Cowboy, que deve usar a experiência para levar o combate.

Brasil no octógono

Johnny Walker x Ryan Spann

O irreverente Johnny Walker tem mais uma chance de mostrar que suas duas últimas derrotas, para Corey Anderson e Nikita Krylov,  foram acidentes de percurso. Dono de um estilo pouco ortodoxo, de boas esquivas, mãos pesada e um grande potencial na luta em pé, Walker precisa tomar cuidado com a luta agarrada, principalmente se estiver por baixo do adversário, pois vão saber pesar e desferir golpes de cima para baixo.

Ryan Spann tem as mãos pesada, porém, é na luta agarrada que o americano pode complicar a vida do brasileiro, pois trata-se de um especialista em mata-leão e guilhotina.

Apesar de Spann ser completo, Johnny tem tudo para ir pra cima desde o início e sair do cage com um nocaute.

Mackenzie Dern x Randa Markos

A americana, que também possui nacionalidade brasileira, Mackenzie Dern, volta ao octógono mais famoso do mundo depois de realizar uma chave de joelho inédita no UFC, derrotando rapidamente Hannah Cifers.

A adversária de Dern é a experiente Randa Markos, que possui uma carreira de altos e baixos, tendo apenas duas vitórias em suas últimas seis lutas.

A expectativa para o combate é que Mackenzie busque o solo após uma pequena trocação e, em seu habitat natural, finalize a iraniana-candense sem grandes dificuldades. Como é superior em todas as áreas, Dern só precisa respeitar a oponente e entrar focada para evitar surpresas.

Mayra Bueno Silva x Mara Romero Borella

No card preliminar, a Mayra Bueno Silva é a representante brasileira no evento. Válida pelo peso--mosca, Mayra vai para sua sétima luta no MMA, a segunda dela no UFC. Estreou em 2018 com vitória sobre Gillian Robertson, mas perdeu para Maryna Moroz em sua última apresentação. Tem na submissão sua grande arma, e terá pela frente uma atleta mais experiente que precisa da vitória para se manter na organização, afinal, vem de três derrotas consecutivas.

O ideal para Mayra é conseguir dominar a luta no solo, onde tem mais vantagem, além de escapar da afiada trocação de Mara. Se bem executada a estratégia, é bem provável que Mayra leve a vitória para o Brasil.

Confira o card completo do evento de hoje (19/09):

UFC: Covington x Woodley
19 de setembro, a partir das 17 horas.

CARD PRINCIPAL

Peso-meio-médio: Colby Covington x Tyron Woodley
Peso-meio-médio: Donald Cerrone x Niko Price
Peso-médio: Khamzat Chimaev x Gerald Meerschaert
Peso-meio-pesado: Johnny Walker x Ryan Spann
Peso-palha: Mackenzie Dern x Randa Markos
Peso-médio: Kevin Holland x Darren Stewart

CARD PRELIMINAR

Peso-mosca: Jordan Espinosa x David Dvorak
Peso-pena: Mirsad Bektic x Damon Jackson
Peso-mosca: Mayra Sheetara x Mara Romero Borella
Peso-galo: Jessica-Rose Clark x Sarah Alpar
Peso-galo: Journey Newson x Randy Costa
Peso-galo: Andre Ewell x Irwin Rivera
Peso-pena: Darrick Minner x TJ Laramie
Peso-galo: Tyson Nam x Jerome Rivera