Conteúdo

Esquenta UFC "Hermansson vs Vettori" - Tudo o que você precisa saber sobre o evento deste sábado

5 de dezembro de 2020

 

(por Leonardo Costa)

O UFC Vegas 16 deixará frente a frente Jack Hermansson, que busca sua sexta vitória em sete lutas, contra o italiano Marvin Vettori, escalado de última hora para o evento após Kevin Holland testar positivo para o coronavírus. Antes deles, Ovince Saint-Preux tentará tirar a invencibilidade de Jamahal Hill pelos meio-pesados. Ainda no card principal, Taila Santos será a única representante brasileira no evento, e terá pela frente Montana de la Rosa. 
 

Jack Hermansson x Marvin Vettori

O sueco Jack "The Joker" Hermansson vive um grande momento na carreira. Em suas últimas seis lutas foi derrotado em apenas uma delas, contra Jared Cannonier, e em seu último duelo finalizou com maestria Kelvin Gastelum ainda no primeiro round. Hermansson mostra um bom repertório no MMA, mas é no nocaute sua principal forma de vitória, sendo 11 de suas 21 conquistadas dessa maneira. Porém, seu último nocaute na carreira foi no UFC 224, em maio de 2018, quando nocauteou o brasileiro Thales Leite, de lá para cá, seus triunfos vieram por finalização (3) ou decisão (1).

Seu desafiante será Marvin "Italian Dream" Vettori, que após perder para Israel Adesanya por decisão dividida em 2018, engrenou três triunfos seguidos, contra Cezar Mutante, Andrew Sanchez e Karl Roberson. O italiano ostenta a marca de nunca ter sido nocauteado ou finalizado. Suas 4 derrotas na carreira, em 20 lutas, foram pela decisão dos juízes. Por outro lado, tem nas submissões sua principal arma, e foi assim que ele venceu Roberson em junho deste ano.

Hermansson estava preparado para enfrentar Kevin Holland, e provavelmente terá que fazer alguns ajustes diante de Vettori. Por sua vez, o italiano estava treinando para um duelo de 3 rounds, e agora vai ter uma disputa que pode durar dez minutos a mais do que o planejado recentemente. Porém, mesmo com um rival diferente, Hermansson tem a seu favor a maior envergadura e isso pode frear um pouco o ímpeto de Vettori, mas o ponto-chave para o sueco é estar bem fisicamente caso o duelo se alongue, já que o italiano defende bem as tentativas de queda, e no chão é extremamente habilidoso. Por contar com mais recursos, principalmente para uma luta de cinco rounds, o italiano leva leve vantagem sobre o sueco.

 

Ovince Saint-Preux x Jamahal Hill

O experiente Ovince Saint Preux, que vai para sua 40ª luta na carreira, espera seguir o caminho das vitórias após um nocaute sobre Alonzo Menifield em seu último combate. Contra o ascendente Jamahal Hill, OSP tem a oportunidade de engrenar uma sequência de dois triunfos que não vem há pouco mais de quatro anos. De suas 14 derrotas na carreira, apenas duas delas foram por nocaute, ao mesmo tempo em que nocauteou em 12 de seus 25 triunfos.

Invicto na carreira, com oito vitórias, Jamahal Hill é mais lutador dessa geração do UFC que entrou na organização através do Dana White's Contender Series. Nas duas lutas em que fez UFC, Hill venceu Darko Stocic por decisão e o brasileiro Klidson Abreu por nocaute. Aos 29 anos, terá aquele que pode ser considerado seu primeiro grande desafio, em que uma vitória pode alavancar muito sua carreira.

Saint Preux é figura constante na divisão dos meio-pesados desde 2013, e contra Hill terá um rival de dimensões físicas parecidas, mas 8 anos mais jovem e extremamente habilidoso na trocação. A estratégia que mais faz sentido para OSP é levar o combate para o chão, ainda mais quando seu adversário não é um bom defensor de quedas, por mais que se mostrou ágil e escapando de posições na lona. A versatilidade de Hill, além de sua explosão, principalmente contra um rival de 37 anos, fazem dele favorito, mas não se pode desdenhar da experiência.

 
Taila Santos x Montana de la Rosa

Taila Santos perdeu sua invencibilidade na carreira logo em sua estreia no UFC, após perder para Mara Romero Borella por decisão dividida. Depois do revés, a brasileira se recuperou e, por decisão unânime, derrotou Molly McCann em uma atuação dominante. Sua rival será Montana de la Rosa, que começou 2020 vencendo Borella, mas foi derrotada por Viviane Araújo em setembro. 

Taila mostrou um grande nível contra McCann, que tinha na trocação sua melhor arma. A brasileira conseguiu inúmeras quedas, mas contra de la Rosa deve ter mais dificuldades em levar o combate para o chão. Além do mais, o duelo original de Taila era contra Marina Moroz, mas ela se lesionou e teve que ser substituída há pouco mais de duas semanas. O jogo provável de de la Rosa é derrubar a brasileira, mas também não será fácil, e na trocação é Taila quem leva vantagem sobre sua rival, e pelo conjunto deve sair vitoriosa.
 

Confira os demais combates do evento:

Card Principal

Gabriel Benitez x Justin Jaynes

Roman Dolidze x John Allan

Nate Landwehr x Movsar Evloev

Card Preliminar

Louis Smolka x José Alberto Quiñonez

Matt Wiman x Jordan Leavitt

Jimmy Flick x Cody Durden

Ilia Topuria x Damon Jackson

Gian Villante x Jake Collier

 

O card preliminar do UFC Vegas 16 começa às 21 horas (horário de Brasília), enquanto que o principal tem início a 00h.