Conteúdo

Equipes da Premier League não liberaram jogadores aos países do grupo ‘vermelho’ para as Eliminatórias; Brasil, Argentina, Chile e Peru serão afetados

24 de agosto de 2021

(por Layo Lucena)

Nesta terça-feira (24), a Premier League anunciou que suas equipes não vão liberar nenhum jogador para os países do grupo “vermelho” do Reino Unido. O objetivo da nova medida é evitar que os jogadores desses países façam uma quarentena de mais de 10 dias em seu retorno ao campeonato inglês.

“Discussões extensas ocorreram com a FA e com o governo para encontrar uma solução, mas devido às preocupações contínuas de saúde pública relacionadas aos viajantes que chegam  de países da lista vermelha, nenhuma isenção foi concebida”, declarou a liga em um comunicado.

Brasil, Chile, Argentina e Peru estão no grupo “vermelho” do governo britânico.

Ainda nesta terça-feira, os clubes europeus acusaram a FIFA de abusar de sua função reguladora nesta disputa por causa da liberação prolongada de jogadores para as eliminatórias de setembro e outubro.

Os times da Premier League serão particularmente afetados pela decisão da FIFA de estender o período de liberação obrigatória de nove para 11 dias para permitir o triplo de jogos na América do Sul e também pelas rígidas regras de quarentena da Inglaterra.

O Liverpool já barrou a ida de Mohamed Salah para a seleção do Egito e pode acontecer o mesmo com o trio brasileiro Alisson, Fabinho e Roberto Firmino.

Até o momento, a FIFA não comentou sobre o caso.